Comentários da Lição 7 (2o Trim/2018) por Pr Narcizo Liedke
18/05/2018
Dia dos Aventureiros 2018
19/05/2018

Meditação diária de 19/05/2018 por Flávio Reti

19 de maio

O Tarsius (Tarsius syrichta)

Números 22:18 “…eu não poderia ir além da ordem do Senhor, meu Deus, para fazer coisa alguma, nem pequena nem grande”

Tarsius é um animalzinho pequeno e fofo da família dos primatas, equivale dizer, dos macacos. Vivem na Ásia e despertam a atenção pelos seus olhos desproporcionais ao seu tamanho. Ele é do tamanho do nosso polegar, mas é um macaquinho simpático que vem habitando as florestas do sul da África desde tempos imemoráveis.
É um grande conquistador de fãs em todo mundo por ser de um comportamento extremamente dócil e só ataca insetos e pequenos animais menores do que ele, aliás, ele é menor que um rato. Pra quem nunca o viu, quando vê fica extasiado e daí começam a pensar no porquê os nativos lhe atribuíam poderes sobrenaturais. A cabecinha redonda com dois olhos bem grandes com 2 centímetros de diâmetro num corpinho pequeno. Os nativos lhe atribuíam lendas diversas e uma delas diz que o tarsius é uma miniatura de leão e outra diz que ele pode comer brasas e que seus olhos grandes têm a capacidade de hipnotizar as pessoas. Seu olho chega a ser maior do que seu próprio cérebro. Os veterinários e biólogos nunca conseguiram fazê-los se reproduzirem em cativeiro porque quando são mantidos presos eles se tornam agressivos e chegam a se matarem mutuamente. Outra característica que eles possuem é ter nos dedos uma espécie de almofada que amortece o salto quando pulam de uma árvore para outra sem cair. O Tarsius é um animal que forma um estilo de vida até romântico porque o macho e a fêmea são muito unidos, mas eles só gostam de sair à noite, logo, é muito difícil encontrá-lo na floresta durante o dia. O mundo animal é muito vasto, tendo em cada país uma quantidade enorme de animais ainda desconhecidos.
Aqui mesmo, no Brasil, a maior parte dos animais existentes, a população ainda desconhece. Muitos deles nossos olhos nunca viram e dificilmente vão ver.
A lição fica, sem dúvida, para seus grandes olhos que vê muito bem à noite. Eles veem o que nós não vemos com nossa visão limitada. E achamos que enxergamos tudo que se passa ao nosso redor, puro engano. Deus já disse para Eliseu que o homem vê o exterior, mas Ele, Deus, vê o interior. Como seria útil se nós pudéssemos ampliar nosso ângulo de visão e estender o alcance dos nossos olhos. Talvez conseguiríamos vem qual é a vontade de Deus para nós. Devemos fazer a oração do salmista: “Abre meus olhos para que eu veja as maravilhas da tua lei” (Sal.119:18).

Os comentários estão encerrados.