Meditação diária de 18/02/2018 por Flávio Reti
18/02/2018
Meditação diária de 20/02/2018 por Flávio Reti
20/02/2018

Meditação diária de 19/02/2018 por Flávio Reti

19 DE FEVEREIRO

A Estrela-do-mar ( Asterias Rubens)

Mateus 24:4 “Respondeu-lhes Jesus: Acautelai-vos que ninguém vos engane”

 

Você não havia pensado, mas a estrela do mar é um animal e pertence à família dos equinodermos, isto é, aqueles que queimam a pele quando entram em contato conosco. São animais exclusivamente do mar, e frequentam o fundo do mar, raramente veem à superfície. Existem aproximadamente 1600 espécies delas com grande variedades de formas e de cores e existem em quase todos os mares do mundo. Se você quiser comparar com algum outro animal, ela é parente próximo do ouriço-do-mar, da bolacha-do-mar, do pepino-do-mar. Ela tem a aparência de um animal pacífico e inofensivo, mas a estrela-do- mar é, no entanto, voraz e predadora. Representa uma verdadeira praga nos viveiros de ostras e moluscos. Nos aquários dos hobistas, ela precisa ficar isolada para não destruir outros animais aquáticos.

A cantora Maria Betânia canta uma música contando a história fantasiosa da estrela-do- mar. Veja a letra:

“Um pequenino grão de areia Era um eterno sonhador, Olhando o céu viu uma estrela, Imaginou coisas de amor.

Passaram anos, muitos anos, Ela no céu, ele no mar,

Dizem que nunca o pobrezinho Pode com ela se encontrar.

Se houve ou se não houve Alguma coisa entre eles dois, Ninguém sabe até hoje afirmar.

O certo é que depois, muito depois, Apareceu a estrela do mar”.

Nossa atenção se volta para a característica de que ela parece inofensiva e pacífica, mas é devoradora voraz de ostras e moluscos do mar. É aquela velha história de que as aparências enganam. Nessa observação eu me lembrei de algumas igrejas chamadas cristãs que então por aí entre nós que falam de paz, de adoração, de solidariedade e de amor, mas são falsas e enganosas. Escondem seus verdadeiros objetivos. Há muitos pastores dessas igrejas acumulando milhões em suas contas particulares e de Cristo mesmo não têm nada. Está aí uma boa lição ensinada pela estrela-do-mar. Elas podem queimar a pele e a pessoa terá que recorrer aos médicos para aliviar a dor da queimação. As pessoas que estão nessas igrejas falsas deverão também procurar a Cristo para remediar a situação de engano em que estão envolvidas. Só Cristo salva. Estrelas-do-mar e igrejas falsas só fazem queimar, se não agora, depois, no fim dos dias.

 

Os comentários estão encerrados.