Eleitos para Liderança da Igreja do UNASP 2019
17/11/2018
Meditação diária de 19/11/2018 por Flávio Reti
19/11/2018

Meditação diária de 18/11/2018 por Flávio Reti

18 de novembro

Oxiuros (Enterobius vermicularis)

II Coríntios 1:2   “Graça a vós e paz da parte de Deus, nosso pai, e do Senhor Jesus Cristo”

Aposto que ao ler a palavra oxiúros você pensou em algum animal elegante, grande, importante, mas não é nada disso, é um verme parasita que não passa de 20 milímetros de comprimento e que infesta o intestino dos mamíferos, incluindo o homem, e causa um sintoma chamado oxiurose.  Eles não vivem muito, apenas 8 semanas e deixam seus ovos nas fezes. E não pense que só ocorre no Brasil, ele existe em todo o mundo e acomete pessoas de toas as idades e de todos os níveis sociais, mas as crianças na pré-escola e mesmo na idade escolar são mais susceptíveis de infestação porque ainda não sabem evitar alimentos contaminados. A pessoa se infesta por oxiúros quando sem perceber engole ovos microscópicos do parasita e ela só vai perceber quando começa sentir uma coceira intensa na região anal e sentir insônia por causa da coceira intensa. Outro sintoma é a dor na região da barriga e a perda de peso. Quando uma criança começa ranger os dentes, os pais devem desconfiar da causa ser vermes. Mas muitas pessoas adultas não têm sintomas e podem ter o verme. As crianças são mais acometidas porque não entendem bem a importância de fazer uma boa higiene ao usar sanitários públicos fora de casa e mesmo na escola. É fundamental que todos saibam que oxiurose é uma doença própria da falta de higiene. Mas há remédio caseiro e fármacos diversos para combater os bichinhos minúsculos, incômodos e prejudiciais. A palavra que ressalta desse aprendizado é a palavra higiene. Neste mundo tudo está contaminado por bactérias, por fungos, por vírus, por vermes que acometem o corpo trazendo doenças. Mas o que dizer de coisas que contaminam a alma, a mente, e comprometem nossa vida espiritual de igual maneira? Para os oxiúros existem drogas eficientes e baratas, ao alcance de todos, e para os contaminantes espirituais também existe remédio muito eficaz: a graça de Jesus.

Quando, certa ocasião, o apóstolo Paulo orou a Deus pedindo que lhe removesse um problema, a resposta de Deus foi a seguinte: “a minha graça te basta” (II Cor.12:9). Aí está um recurso eficientíssimo para debelar qualquer incômodo ou qualquer problema de ordem espiritual, da mente, da alma. E não tem contra indicação. Ao falar da disponibilidade da graça de Deus, encho-me de admiração pelo interesse de Deus em nos ajudar física e mentalmente para que todos cresçamos na sua presença até sermos considerados limpos de coração a quem Jesus disse que eram bem aventurados e que herdariam o reino de Deus (Mat.5:8). Que promessa maravilhosa! Eu até me esqueci que o assunto desse devocional eram os oxiúros.

Os comentários estão encerrados.