Palestra para os pais – Aventureiros
14/03/2018
Inauguração IASD Comunidade Africana – 16/03/18
15/03/2018

Meditação diária de 15/03/2018 por Flávio Reti

15 de março
A Iguana ( Iguana iguana)

Mateus 28:19   “Portanto, ide, fazei discípulos de todas as nações, batizando-as em nome do pai, do filho e do Espírito Santo”

Se você está pensando em criar algum bicho de estimação como “pet”, que tal comprar uma iguana? Mas compre já sabendo que ela nunca vai ser pra você o que é um cachorrinho ou um gatinho, ela não serve de companheiro. Também não espere que ela vá cuidar da casa como cuida o cachorro porque ela não é agressiva, aliás, ela tem aquele comportamento de dinossauro jurássico, lento e folgado. A única reação dela é dar uma chicotada com a cauda quando se sente ameaçada. As iguanas se incluem na família dos répteis e há um bom tempo vêm sendo criadas em cativeiro e adotadas como animais de estimação nessa febre de pets pelo mundo afora. Adotar animais selvagens como pets já foi considerado muito estranho, mas hoje já se está aceitando com mais naturalidade. E as iguanas servem muito bem para isso, porque são dóceis de temperamento e se adaptam ao ambiente doméstico com facilidade. Nos Estados Unidos é o pet mais popular que ajuda muito a movimentar o mercado de pets que vende os animais, a ração, os livros de informação e todos os apetrechos adequados aos hobistas da criação de animais exóticos. A iguanazinha nasce com 25 centímetros e pesando alguns gramas e chega 2 metros pesando até 10 quilos. Ela exige muito espaço nos apartamentos dos aficionados por animais. Elas preferem ambientes quentes e úmidos, alimentam-se de plantas e gostam de subir em árvores para repousar ao sol. Na verdade, são animais preguiçosos que preferem mesmo é ficar ao sol descansando o tempo todo.

A lição que eu tiro das iguanas é desse comportamento de ficar tomando sol a maior parte do tempo, despreocupada, vivendo preguiçosamente. A bíblia nos diz para remir os tempos porque os dias são maus (Ef.5:16). Remir, nesse contexto, é aproveitar bem as oportunidades porque os dias vindouros serão ainda piores. Nós, cristãos, não podemos nos dar ao luxo de ficar de barriga para o ar, contando moscas que voam e nos esquecer do preparo para os dias futuros. A vinda de Cristo está muito próxima e nós temos que fazer alguma coisa por nós e também pelos nossos semelhantes. O mundo está em trevas e, se somos a luz do mundo, temos é que brilhar para aclarar o caminhos de muitos. A instrução de Jesus era para ir e pregar o evangelho a toda criatura. Ir implica em movimento e, como iguana tomando sol, nós não iremos a lugar algum. Nós não somos iguanas de algum aficionado por pets, somos filhos de Deus que temos uma incumbência dada por Jesus, portanto, vamos e façamos as obras de Deus enquanto é tempo.

Os comentários estão encerrados.