Meditação diária de 12/06/2018 por Flávio Reti
13/06/2018
Meditação diária de 14/06/2018 por Flávio Reti
14/06/2018

Meditação diária de 13/06/2018 por Flávio Reti

 

13 de junho

O periquito (Brotogeris tirica)

Isaías 52:13   “Eis que o meu servo procederá com prudência, será exaltado e elevado e mui sublime”

Quando eu ainda era moleque, eu vivia sondando os periquitos que passavam voando por cima da minha casa e os seguia um pouco mais cada dia até descobrir onde eles estavam fazendo ninho. Geralmente eu descobria, depois de alguns dias, que estavam em alguma árvore onde havia uma bola preta de cupim e dentro do cupinzeiro eles faziam seu ninho. Meu interesse era roubar os filhotes para criá-los em casa, coisas de moleque mesmo. Há uma grande variedade de periquitos de várias espécies pertencentes à mesma família. Há periquitos de todas as cores atualmente, inclusive periquito preto. É comum encontra-los nas pet shops à venda e para quem tem ou pretende ter um periquito em casa, é bom conhecer melhor seu amiguinho e seus hábitos. A maioria dos periquitos são originários da Austrália, onde eles vivem como passarinhos comuns, livres como os pardais no Brasil. A cor predominante dos periquitos é o verde, mas através de cruzamentos em cativeiro, eles vão ganhando as mais diversas cores e padrões. É bom lembrar que os periquitos vivem mais felizes em bando, logo, se você quiser ter periquitos felizes, tenha um viveiro grande com vários indivíduos. Eles são muito tagarelas, barulhentos e brincalhões e gostam de chamar a atenção. Dizem que é possível ensinar um periquito falar, mas demora muito e precisa de muito esforço e tempo. Quando alguém pega um periquito, a primeira coisa é querer saber se é macho ou fêmea e é muito simples saber. Nos machos, a região das narinas as peninhas são azuis e nas fêmeas é cor-de-rosa. Ah! Eu estava me esquecendo de dizer, os periquitos gostam muito de tomar banho, por isso não deixe faltar água em abundância para eles e uma banheira com água limpa todos os dias.

Eles são muito tagarelas é o destaque. Eles são aves, nem de longe entendem as pessoas, se são tagarelas isso faz parte da naturalidade deles, mas nós, pessoas inteligentes, por que será somos com frequência também muito tagarelas? Falamos demais e quase sempre falamos o que não devemos e nos envolvemos em problemas por falar demais. Apenas sobre uma coisa devemos falar sempre e a todos, é do evangelho que salva do pecado e nos põe no caminho do céu. Vamos aprender com os periquitos, ora, afinal, eles aprendem conosco.

Os comentários estão encerrados.