Comentários da Lição 06 (3o Trim/2018) por Profª Ana Kelly Ribeiro
10/08/2018
Feliz Dia dos Pais!
11/08/2018

Meditação diária de 11/08/2018 por Flávio Reti

11 de agosto

O Camaleão (Chamaeleo chamaeleon)

Jeremias 13:23   “Pode o etíope mudar a sua pele ou o leopardo as suas malhas? Então, podereis também vós fazer o bem, habituados que estais a fazer o mal?”

O camaleão pertence à família dos lagartos e há umas 80 espécies deles. A maioria das espécies de camaleão se encontra na Ilha de Madagáscar. Eles são conhecidos e famosos pela capacidade de mudar de cor, ter a cauda enrolada, olhos grandes que giram em 360º e podem enxergar em duas direções ao mesmo tempo, pra frente e para trás. Ele consegue mover os olhos independente um do outro e desse modo ele consegue ficar vigilante contra os predadores. O camaleão é o cara que consegue manter “um olho no peixe e outro no gato” ao mesmo tempo. Ele não tem pálpebra, ele tem um aro em torno dos olhos que permitem virar os olhos à vontade. O tal bichinho come de tudo, desde insetos, vermes, pequenos répteis e algumas lesmas. Sua arma de captura é a língua que ele projeta pra fora da boca quase 2 vezes o tamanho do seu corpo e por ser pegajosa e por possuir uma espécie de ventosa na ponta, ela gruda e traz o alimento para dentro da boca. Seu movimento com a língua, esticando e recolhendo é tão rápido como uma bala de revólver. Curioso que em 20 segundos ele consegue mudar de cor. Todo mundo pensa que o camaleão muda de cor para se camuflar, mas os estudos mostram que eles mudam conforme a incidência de luz sobre ele, conforme a temperatura e até conforme seu humor. Existe um camaleão chamado de camaleão de Jackson, que parece um monstro pré-histórico. Ele possui três chifres na cabeça apontando para frente e uma fileira de cristas dura ao longo das costas como um dragão. Ninguém sabe porque essa maravilha da natureza é tão evitada pelas pessoas, quase repugnante, e também não sabemos o que eles faziam quando ainda estavam no Jardim do Éden.

Uma coisa sabemos, todas as criaturas dependem do criador para sua sobrevivência, para sua vida e para sua saúde, assim como nós. É Deus quem providencia alimento para todas as suas criaturas diariamente. Como disse Jesus, “observai as aves do campo, elas não plantam e nem colhem, contudo vosso pai as sustenta” (Mat.6:26). E não nos vai sustentar também, aliás, à vista de Deus não valemos mais do que um animalzinho qualquer? O valor de uma alma só será plenamente compreendido na eternidade.

Os comentários estão encerrados.