Meditação diária de 07/07/2018 por Flávio Reti
07/07/2018
Primeiro Encontro de Líderes Seven Bikers
08/07/2018

Meditação diária de 08/07/2018 por Flávio Reti

08 de julho

A mariposa (Ascalapha odorata)

Salmos 15:4   “… aquele que, embora jure com dano seu, não muda”

Mariposa não é a mesma coisa que borboleta, mas ambas seguem o mesmo ciclo de vida: ovos, larvas, casulo, metamorfose e viva a vida! As pessoas veem as mariposas como um bicho sem graça que insiste em entrar no seu quarto se batendo na janela na hora em que você vai dormir por causa da luz. Mas se você gosta de borboletas, por que não gostar também das primas delas? Elas têm segredos que você sequer imagina. As mariposas só comem na sua fase de larva, depois que nascem e se tornam adultas, não comem mais, aliás, algumas já nascem sem boca porque a fase adulta dura pouquíssimos dias. As mariposas têm o dom perfeito da camuflagem perfeita. Elas conseguem se camuflar em folhas de árvores, em vespas, em aranhas e até em cocô de passarinho, só para sobreviver até se acasalar e botar seus ovos para reiniciar o ciclo. Elas também não têm nariz, mas assim mesmo elas têm um olfato apurado através das suas antenas e conseguem sentir o cheiro, feromônio seria o nome exato, do parceiro até a 10 quilômetros. As mariposas possuem hábitos noturnos, enquanto as borboletas voam de dia. As mariposas quando pousam mantêm as asas abertas, enquanto as borboletas fecham as asas e as deixam na posição vertical. As mariposas têm o corpo coberto de micro pelos parecendo um pano de veludo, enquanto as borboletas são lisas. Existem umas 120 famílias de mariposas, difícil é saber quem é quem e de que família. As mariposas podem provocar alergias pelo desprendimento de seus pelos e no estado larval, conhecida como taturana, ela pode queimar a pele com seus pelos duros a ponto de provocar grande dor e febre violenta. Há casos de contato com mariposas que vão parar nos hospitais por causa da queimadura, do inchaço e da febre, isso tudo além da dor que perdura dois ou três dias. Enquanto isso, as borboletas são inofensivas e muito mais bonitas do que as mariposas.

Ela parece muito inofensiva, mas pode provocar grande dor. Assim é a mariposa e assim são muitas pessoas. Parecem inofensivas, mas podem provocar grandes dores nas demais pessoas de seu convívio. Isso além de poder se camuflar para enganar seus predadores, no caso da mariposa, e no caso das pessoas, poderem se camuflar para esconder alguma realidade, alguma verdade, algum pecadinho. Esse comportamento de mariposa não cai bem para as pessoas cristãs, porque nós temos que ser autênticos.

Os comentários estão encerrados.