NOVO ENCONTRO: Série “Outra Leitura” com Michelson Borges
28/02/2018
Culto Divino com Pr. Valdecir Lima – 03/03/18
01/03/2018

Meditação diária de 01/03/2018 por Flávio Reti

01 de março
A Gatinha Mimi

I Pedro 5:8 “Estejam alertas e vigiem. O diabo, o inimigos de vocês, anda ao redor como um leão, rugindo e procurando a quem possa devorar”.

Mimi era uma gatinha muito xereta. Ela não parava em casa, vivia só perambulando pelas
casas dos vizinhos da vila. Um dia, andando meio sem destino, sem saber ao certo para
aonde ir, ela pulou o muro e entrou no quintal de um vizinho que tinha um enorme
cachorro bravo.

Quando ela percebeu, aquele enorme cachorro já estava correndo atrás dela para pegá-la.
Na pressa, para escapar, ela não teve muita chance e o melhor lugar que ela achou para se
esconder foi em cima do pneu do carro que estava na garagem, um lugar que o cachorrão
não conseguiria entrar para apanhá-la, porque ele não cabia no espaço acima do pneu do
carro, entre o pneu e o paralamas.
Mas o cachorro era insistente. Ele não conseguia entrar por baixo do carro e apanhá-la
porque ele era muito grande, mas também não desistia tão facilmente. Ele resolveu passar
a noite ali esperando até que ela saísse de lá. Ele passou a noite vigiando sua presa, a gatinha
imprudente.

No dia seguinte o dono do carro se levantou para ir trabalhar. Depois do café da manhã,
ele pegou sua pasta e foi em direção ao carro. Sem suspeitar de nada ele ligou o carro e
começou a sair da garagem. Mimi se assustou com o ronco do motor e o pneu girando e se
viu obrigada a pular de lá, ou ela seria esmagada pela roda do carro. Quando ela pulou, o
cachorro que havia passado a noite de espera a abocanhou com toda a força esmagando sua
cabecinha. A MIMI morreu com a cabecinha esmagada por um cão malvado e também
porque ela era muito imprudente. Por que ela teria de andar pelos quintais dos vizinhos
sem se preocupar se havia ou não cachorros por lá. Por que ela não ficou em casa quietinha
brincando com sua dona?

A bíblia fala que nós devemos tomar muito cuidado porque Satanás está nos espreitando
igual o cachorrão estava fazendo com a MIMI querendo nos apanhar também. Cães
costumam ser sinônimos de gente má, filhos de satanás, que estão à espreita para nos
abocanhar e nos matar. Mimi não teve chance de escapar, caiu sem piedade na boca do
cachorrão. Mas nós temos com quem contar nas situações difíceis de nossa vida. Alguém
mais poderoso que o cão da nossa história, satanás, temos alguém que pode nos livrar das
situações difíceis pelas quais passamos na vida. Pedro pinta satanás como um leão rugindo,
já nem é como um cão latindo, para denunciar sua agressividade contra os crentes. Cuidado
é a palavra de ordem, Cuidado com sua vida espiritual.

Os comentários estão encerrados.