Meditação diária de 21/11/2018 por Flávio Reti
21/11/2018
Meditação diária de 23/11/2018 por Flávio Reti
23/11/2018

Meditação diária de 22/11/2018 por Flávio Reti

22 de novembro

O Tucano (Ramphastos tucanus)

Jeremias 29:11   “Pois eu bem sei os planos que estou projetando para vós, diz o Senhor, planos de paz e não de mal, para vos dar um futuro e uma esperança”

Quando se fala em tucano, a primeira ideia que nos vem é seu bico grande, mas não é famoso só pelo bico, é também pela sua beleza que prende a atenção de adultos e crianças. Ao vê-lo, a gente pensa que seu bico deve ser muito pesado, mas não é, porque é formado de um tecido ósseo esponjoso o que o deixa leve e não cria dificuldade para o tucano. Seu bico é serrilhado e seus pés são estranhos, porque ele tem dois dedos para frente e dois dedos para trás facilitando a aderência nos galhos. Para dormir, os tucanos erguem a cauda até cobrir a cabeça, viram o pescoço para trás e apoiam o bico em cima das costas e assim ele descansa o bico em cima do corpo coberto pela cauda. Eles gostam de tomar banho na chuva, mas são sensíveis ao frio e por isso eles devem tomar muito sol. Quando preso e em cativeiro, essas aves preferem morrer de fome e se negam a se alimentar. Os filhotes de tucano, ao nascer, são cegos e só vão poder abandonar o ninho depois de um mês. Eles são facilmente domesticáveis e podem conviver dentro das casas andando pelo chão ou pulando por cima dos móveis. Os índios acreditam que quando um bando de tucanos se aglomera é porque vai chover e eles querem tomar banho na chuva. Os biólogos já estão se preocupando com a intensa captura do tucano para fins comerciais. Quando transportados em condições precárias e distantes, eles morrem com facilidade. Seu tempo de vida é cerca de 20 anos. Ninguém nega que o tucano é uma ave bonita e cobiçada e encontrada em todo o Brasil.

Mas, pensando friamente, de que lhe serve tanta beleza, tanta elegância, despertar tanto interesse na sua captura e viver apenas 20 anos quando comparado com outras aves que vivem muito mais? E se comparado com a vida do homem que chega em média aqui no Brasil a 75 anos? Ele vive muito pouco! Mas o homem também vive muito pouco quando se lê na bíblia que o plano original de Deus para o homem era que ele fosse eterno, que ele vivesse para sempre e nós o encontramos vivendo tão pouco e em algumas vezes de modo muito precário, em meio a doenças e sofrimentos, nem parece que foi um dia criado diretamente pelas mãos do criador do universo, o próprio Deus. Mas graças a Deus, que enviou Jesus, para salvá-lo e lhe promete restituir o paraíso restaurado e recriado para que nós vivamos para sempre. Basta aceitar a promessa feita e confiar na palavra de nosso Deus.

Os comentários estão encerrados.