Meditação diária de 25/11/2018 por Flávio Reti

Meditação diária de 24/11/2018 por Flávio Reti
24/11/2018
CPB de Natal 2019
25/11/2018

25 de novembro

Peixe Pulmonado (Neoceratodus foresteri)

Tiago 5:12   “…seja, porém, o vosso sim, sim, e o vosso não, não, para não cairdes em tentação”

Se falamos em peixe, entendemos que vive na água e que respira por guelras, mas de repente aparece um suposto peixe que se chama de peixe pulmonado. Isso me leva a entender que ele respira por pulmão, mas como respira por pulmão dentro da água? Quando ele se encontra na água, ele se comporta como um peixe de verdade, como qualquer outro. Enquanto ele está na água, ele só cresce e engorda, mas ao sobrevir a estiagem, as águas baixam e vai formando apenas lama, lodo, ele cava no barro mole um buraco de até um metro e no fundo do buraco ele forma uma câmara com ar. Ali ele secreta um muco através da pele e esse muco vai endurecendo para formar uma espécie de casulo que o protege. Dentro desse buraco, ele vai vivendo de forma vegetativa, meio hibernado, e respirando por pulmões, assim economizando energia. Nessa condição ele consegue viver até quatro anos. Quando as chuvas retornam e o charco, a lama, o barro se enche de água novamente, ele volta a viver na água. Na África, onde uma das espécies é encontrada, os moradores cavam o local quase seco para capturá-lo e comer, mas eles dizem que não é muito apreciado porque tem um sabor muito forte. Quando você estudava, você ficou sabendo que os peixes respiram pelas brânquias, no entanto, existem alguns peixes que possuem essa característica de poder respirar também por pulmões. Eles são chamados de dipnoi, uma palavra grega que significa “dupla respiração”. Nesses peixes, a abertura nasal se abre dentro da boca, quer dizer que seu nariz fica dentro da boca. Há uma variedade deles que vive no Brasil, na bacia Amazônica, e no Rio da Prata, mas aqui ele é conhecido pelo nome de piramboia, um nome de origem Tupi-guarani que significa “peixe cobra”. Ao nascer ele respira pelas brânquias, mas ao crescer elas vão se atrofiando e eles iniciam uma respiração por pulmões

Isso é o que dá para chamarmos de vida dupla. Se eu disser que é peixe, você pode dizer que não é porque vive fora da água. Se eu disser que não é peixe, você pode dizer que é porque vive na água. Então fica difícil chegarmos a uma conclusão. Nem os cientistas chegaram, por isso eles o chamam de peixe pulmonado.

Você acredita que há pessoas que conseguem viver vida dupla? São aquelas que quando estão na igreja são verdadeiros santos, oram, cantam, ouvem sermão, etc. Mas quando estão longe dos irmãos, nalgum lugar deste mundão, eles se comportam como um mundano, comem e bebem como uma outra pessoa qualquer, se divertem e aproveitam como qualquer mundano. Mas Deus não pode abençoar uma pessoa assim, para ele nós devemos ser autênticos, ser o que somos de verdade, aliás, Deus não se deixa enganar, ele sabe e vê tudo. Nós é que nos enganamos quase sempre.

Os comentários estão encerrados.