Recrutamento de novos diáconos para 2020
30/12/2019
Feliz Ano Novo 2020
31/12/2019

Meditação diária de 31/12/2019 por Flávio Reti – Herodes, o Grande

31 de dezembro

Isaías 66:16  “Porque com fogo e com a sua espada entrará o Senhor em juízo com toda carne e os que forem mortos pelo Senhor serão muitos”

Herodes, o Grande

A dinastia Herodes se inicia com Herodes I ou Herodes o Grande. Governou Israel, como apontado romano desde o ano 37 a.C. até o ano 4 d.C. Não deixou boa fama, porque é descrito como um louco que assassinou membros da própria família e vários líderes judeus e rabinos. Como todo Romano ele também tinha mania de grandezas, tal que empreendeu construções colossais em Jerusalém e a reforma do templo para os judeus a fim de conquistar-lhes a simpatia e com isso o templo passou a se chamar o Templo de erosesHerodes

Herodes. Foi nesse templo que Jesus esteve, expulsou os vendedores de animais, profetizou sua ruína que só aconteceu no ano 70 d.C. Foi o tal Herodes o Grande que mandou matar as crianças com menos de dois anos na tentativa de atingir Jesus recém-nascido. É bom saber que ele teve três filhos e todos receberam o nome de Herodes: Herodes Antipas, Herodes Felipe e Herodes Arquelau. De Arquelau nasceu Herodes Agripa I e de Herodes Agripa I nasceu Herodes Agripa II. Observe o esqueminha abaixo para entender melhor:

Herodes  o Grande(39-4 aC) (mandou matar as criancinhas)

Herodes Antipas (4 aC -34 dC) (mandou matar João Batista, julgou Jesus)

Herodes Felipe

Herodes Arquelau

Herodes Agripa I (40 – 44 dC) (prendeu Pedro, mandou matar Tiago)

Herodes Agripa II (50 – 70 dC) (enviou Paulo para Roma)

Todos foram chamados de Herodes e todos deixaram atrás de si um rastro de humilhação. Exatamente como disse Rui Barbosa, “aqueles que sobem às custas de outrem, deixam sempre atrás de si um rastro de humilhação”. Todos eles, se tiveram alguma projeção, sempre foram amparados pelo poder Romano. Foi Herodes Agripa I que querendo agradar seus súditos judeus mandou matar Tiago e prendeu o apóstolo Pedro. Mas recebeu sua justa recompensa, segundo o relato de Atos 12:21 – 23, no ano 44 d.C. quando morreu comido de vermes. O relato é que certo dia, vestido com as vestes reais, assentado no tribunal dirigiu-se ao povo, enquanto todos exclamavam “é voz de Deus e não de um homem”. Como ele não deu glória a Deus, pela posição que ocupava, no mesmo instante um anjo do Senhor o feriu e ele morreu comido de vermes. Os Herodes todos eram temidos pela sua crueldade sem limites. Basta lembrar da cabeça de João Batista num prato, decapitado por ordem de herodes Antipas, já causa arrepios diante da crueldade bruta, simplesmente porque João Batista o reprovava por viver com a mulher se deu irmão Arquelau. O anjo relator deve ter tido muito trabalho para anotar todas as atrocidades que os Herodes perpetraram contra os filhos de Deus. Um dia, no juízo, eles todos se defrontarão com o justo juiz e verão o relatório fiel de suas ações. Provavelmente verão João Batista, o apóstolo Tiago, o apóstolo Pedro, Estevão, todos ressuscitados em pé diante de Deus e já desfrutando da eternidade. Por certo se lembrarão de seus atos cruéis praticados, mas será tarde demais para todos eles.  Desde o pai, Herodes o Grande, todos receberão sua justa recompensa pelos males infligidos aos filhos de Deus. Agora, não podemos ficar pensando que apenas os Herodes receberão sua recompensa, todos os demais ímpios que já viveram igualmente serão julgados pelo reto juiz de todo o universo, o mesmo maravilhoso salvador de todos os crentes sinceros e fieis de todos os tempos. O juízo o arrepia? Procure viver como alguém que nunca tenha de que se envergonhar.

Os comentários estão encerrados.