Meditação diária de 27/05/2019 por Flávio Reti – Muammar Mohammed Abu Minyar al-Gaddafi
27/05/2019
Caminhada WeWalk do UNASP Hortolândia
28/05/2019

Meditação diária de 28/05/2019 por Flávio Reti – Friedrich Anton Mesmer

28 de maio

Filipenses 2:5  “Tende em vós aquele sentimento (mente) que houve também em Cristo Jesus!

Friedrich Anton Mesmer

Além de médico, advogado, músico e linguista, Mesmer foi o fundador da teoria do Mesmerismo que consistia em magnetismo de animais inicialmente. Ele alegava ter capacidades parapsicológicas e outras capacidades não científicas. Para muitos ele foi um grande charlatão, mas ao mesmo tempo foi o precursor do estudo e desenvolvimento dos fenômenos paranormais e respeitado por muitos outros. Quando menino ele frequentou o mosteiro de Constança, região que hoje pertence à Alemanha e estudou literatura e música com os monges. Na faculdade ele fez filosofia e chegou ao doutorado e passou a se dedicar às obras de Descartes, Leibniz, Galileu, Newton, Kepler, entre outros. Enfadado com tanta informação filosófica e técnica, ele partiu para fazer teologia, mas 5 anos depois trocou por medicina na Áustria. Doutorou-se em medicina também e sua tese foi “Dissertação Físico-médica sobre a Influência dos planetas”. Mas ele queria mesmo era saber da influência dos planetas sobre o corpo humano a que ele deu o nome de fluido universal. Na realidade ele defendia a cura através de magneto (ímã) colocado junto ao corpo e sofreu muita crítica com essa teoria. Ele curou a cegueira de uma pianista famosa e reacendeu a discussão. Ele começou com magnetismo, mas sabe onde foi desaguar essa sua teoria? Exatamente no hipnotismo, algo que nós não podemos aceitar. Ellen White aconselha veementemente sobre a aceitação do mesmerismo, como era conhecido nos seus dias o hipnotismo. “Por milhares de anos Satanás tem estado fazendo experiências sobre as propriedades da mente humana, e tem aprendido a conhecê-la bem. Mediante sua obra sutil nestes últimos dias, está ligando a mente humana com a sua própria, imbuindo-a de seus próprios pensamentos e ele está fazendo esta obra de maneira tão enganadora, que os que lhe aceitam a direção não sabem que estão sendo conduzidos por ele segundo lhe apraz. O grande enganador espera confundir a mente de homens e mulheres de tal maneira que nenhuma outra voz senão a sua seja ouvida (Mensagens Escolhidas, vol. 2, págs. 352, 353). “É perigoso para quem quer que seja, … esforçar-se por influenciar outra mente humana para ficar sob o controle de sua própria mente. … Permiti-me dizer-vos que essa “cura mental” é uma ciência satânica. Toda a filosofia dessa ciência é uma obra-prima de engano satânico”. “Nenhum de vós deve estudar a ciência em que tendes estado interessados. Estudá-la é apanhar o fruto da árvore da ciência do bem e do mal. Deus vos livre, a vós e a qualquer outro mortal de aprender ou ensinar tal ciência” (Mensagens Escolhidas, vol. 2, págs. 349, 350). “Separai de vós tudo quanto tenha sabor de hipnotismo, a ciência pela qual os instrumentos satânicos operam” (Carta 20, 1902).

Como se pode ver, hipnotismo não é para nós, cristãos convictos e filhos do altíssimo, porque isto foi exatamente o que satanás usou sobre Eva no Éden. Ninguém deve submeter a sua mente à mente de outrem, fazer isso seria anular sua própria personalidade. Fique longe disso, não é de Deus, mas do inimigo.

Os comentários estão encerrados.