Voluntariado Hi7 – Projeto 2020
16/08/2019
Dia do Diaconato – 17/08/2019
17/08/2019

Meditação diária de 17/08/2019 por Flávio Reti – Sigismund Schlomo Freud

17 de agosto

Atos 8:33  “Na sua humilhação foi negado o seu julgamento”

Sigismund Schlomo Freud

De início ele é conhecido como o pai da psicanálise, mas não existe em nome dele nenhum movimento extraordinário, não fez movimentos políticos, nunca ocupou cargo público e mesmo sua contribuição científica na área de psicanálise ainda é discutida e muitas vezes posta em dúvida. Aliás, ele incomodado com seu nome o mudou para Sigmund Freud apenas. Será que realmente Freud explica tudo? Ele tem um grande crítico de nome Karl Popper, um filósofo do século XX que afirma que a psicanálise não pertence ao domínio científico. O tão falado Complexo de Édipo é rejeitado pelos antropólogos que afirmam não existir tal coisa nas culturas do mundo. Seja como for, mas Freud conseguiu trazer a discussão do interior para o cotidiano das pessoas de hoje em dia. Ele conseguiu levar a vida interior ou a vida psíquica para o centro de como as pessoas veem e entendem o mundo. Passando pelas observações de Freud, os cientistas de hoje entendem que o homem continua sendo um animal, mas dotado de razão, embora essa razão seja influenciada pelos desejos, pelos sentimentos, muitas vezes inconscientes. Desde Freud para cá o inconsciente e a razão vem sendo estudados com mais afinco e com certeza os traumas, os sonhos, os desejos e as fantasias realmente têm influência decisiva no comportamento das pessoas. Uma conclusão a que Freud chegou foi a seguinte: “Muitas condições físicas dos pacientes são causadas por transtornos da mente”. Freud defendia o abandono da hipnose e do uso de droga como a cocaína por uma conversa, seria a cura pela conversa, pela persuasão, pelo convencimento. Verdade é que suas teorias influenciaram o pensamento moderno e teve influência também na arte, na literatura, na filosofia. Inicialmente Freud era aluno da Faculdade de Medicina de Viena, na Áustria, e ao se formar começou no Hospital Geral, mas sempre gostou de pesquisar no laboratório de neurofisiologia. Para Freud, as emoções reprimidas sempre levam à histeria e tudo pode desaparecer se o paciente for colocado para falar, se expressar e isso é a base de sua técnica. Freud não existe mais, já morreu em 1939, mas continua tão polêmico como foi quando esteve vivo. Para alguns defensores da teoria da psicanálise, ele é idolatrado ainda hoje. Freud foi vítima de muitas hostilidades vindas dos cientistas que não aceitavam suas ideias e faziam o possível para desmoralizá-lo. Quando envelheceu, ele teve um tumor no palato e se obrigou a passar por uma cirurgia, com isso passou a ter dificuldades para falar, sentia muitas dores e não tinha conforto. Para piorar na sua velhice estava em franca ascensão o nazismo na Europa e quando os nazistas invadiram e tomaram Viena, pelo fato de Freud ter ascendência judia, seus bens foram confiscados, sua biblioteca foi queimada e ele mesmo se obrigou a fugir e se refugiar em Londres e lá passou seus últimos dias de vida.

Pode ser que Freud tenha falado alguma asneira, mas muito do que escreveu e ensinou tem algum fundamento na mente humana. Apesar da dor da cirurgia no palato, penso eu que o que mais doeu para Freud foi a incompreensão humana. Jesus também passou por essa experiência. O apóstolo João afirma que Jesus veio para os seus, seus irmãos judeus, e os seus não o receberam (Jo.1:11). Apesar de andar por toda parte fazendo unicamente o bem, foi tratado como malfeitor, como alarmista, terrorista que pregava guerra contra Roma. Nada disso, Jesus veio para buscar e salvar o que se havia perdido desde o Éden (Luc.19:10).

Os comentários estão encerrados.