Comentários da Lição 3 (2o Trim/2017) por Flavio Reti
11/04/2017
Meditação diária de 13/04/2017 por Flávio Reti
13/04/2017

Meditação diária de 12/04/2017 por Flávio Reti

Dia do Cosmo

“No princípio criou Deus os céus e a terra” Genesis 1:1

O homem olha para o alto e vê somente espaço vazio e lá ao longe alguns pontinhos, as estrelas, e chama isso de céu. Na língua inglesa há duas palavras para definir o céu: Sky, que é o céu onde voam os passarinhos e os aviões, onde estão os planetas e Heaven, o céu onde está Deus.

Por definição, o espaço é toda área física do universo não ocupada por corpos celestes. É uma grande área vazia. Não existe uma definição evidente do espaço em relação à terra. O que se tem é uma linha imaginária, chamada Linha de Karman que estima 100 quilômetros de altitude e daí pra frente é o chamado espaço sideral. As Nações Unidas (ONU) aceitaram essa proposta e definiram em 100 quilômetros como espaço até onde um país tem soberania, a partir daí é livre. Por isso que de vez em quando ouvimos os noticiários dizerem que um avião, ou um foguete, invadiu o espaço aéreo de outro país.

A exploração do espaço começou quando a humanidade aprendeu o uso de balões, depois os aviões e mais recentemente os foguetes espaciais. O primeiro homem a sair do limite de 100 quilômetros foi o russo Yuri Gagarin, em 1961. De lá pra cá não se sabe o limite de quantas naves espaciais, satélites, foram lançados para explorar o espaço sideral, também chamado de cosmo. Os satélites de comunicação e de dados que fornecem informação para a terra estão numa altitude de 37.000 quilômetros, O cosmo é o que existe de mais desafiador para a humanidade científica, pelo desconhecimento e pelo perigo de se explorar. A ausência de gravidade é apenas um dos perigos que ameaçam o homem fora da nossa atmosfera. Depois vem a radiação de raios desconhecidos, a presença de gases tóxicos.

A comunidade religiosa admite que existem outros planetas habitados, por seres não caídos, isto é, seres que não pecaram como Adão e Eva. Mas ainda está para ser comprovado, por enquanto é apenas especulação. Ellen White admite a existência de outros seres no universo. Após uma de suas visões ela afirmou o seguinte: “O Senhor me proporcionou uma vista de outros mundos.

Foram me dadas asas e um anjo me acompanhou da cidade a um lugar fulgurante e glorioso. A relva era de um verde vivo e os pássaros gorjeavam ali cânticos suaves. Os habitantes do lugar eram de todas as estaturas, nobres, majestosos e formosos. Ostentavam a expressa imagem de Jesus e seu semblante irradiava santa alegria, que era uma expressão da liberdade e felicidade do lugar. Perguntei ao meu anjo por que eram mais formosos que os da terra. A resposta foi: Vivemos em estrita obediência aos mandamentos de Deus e não caímos em desobediência como os habitantes da terra” (Vida e Ensinos, p.96, 97).

Como vê, o cosmo ainda reserva muita surpresa para todos. Para os crentes e para os não crentes. Eu gosto de desafios e gostaria muito de desvendar o cosmo. Ainda mais sabendo que há bilhões de estrelas girando por aí nesse espaço infinito. Como eu sou pequeno! Um grão de areia no universo de Deus. Temos o ideal de crescer em conhecimento, avançar para áreas ainda não exploradas, mas somos limitados de mente e de meios. Realmente somos pequenos.

só avançaremos em verdadeiro conhecimento espiritual à medida que reconhecermos nossa pequenez e nossa completa dependência de Deus, mas todos os que se aproximam da Bíblia, com espírito dócil e devoto, para estudar suas expressões como a Palavra de Deus, esses receberão iluminação divina. Entendo que um dia teremos a oportunidade de explorar o espaço infinito, conhecer outros mundos. O privilégio que os salvos hão de ter está além da nossa especulação.

Vamos aguardar a volta de Jesus para muito mais coisas, além da nossa salvação para o reino eterno.

Os comentários estão encerrados.