Comentários da Lição 11 (1o Trim/2017) por Ligado na Videira
11/03/2017
Meditação diária de 13/03/2017 por Flávio Reti
13/03/2017

Meditação diária de 12/03/2017 por Flávio Reti

Dia do Bibliotecário

“E se alguém retirar qualquer coisa das palavras do livro desta profecia, Deus lhe tirará a sua parte da árvore da vida e da cidade santa que estão descritas neste livro” Apocalipse 22:19

Com o aumento vertiginoso da informática invadindo todas as áreas do conhecimento, acredita-se que tudo será informatizado e que os livros físicos deixarão de existir. Se isto de fato acontecer, a profissão de bibliotecário deixará de existir. Será apenas mais uma profissão a ser extinta como tantas outras (linotipista, entregador de leite, acendedor de lampiões, operador de telefonia).

Porém, as bibliotecas ainda existem e se faz necessário ter um bibliotecário para cuidar e conservar o acervo. Por enquanto, parece que a profissão está garantida.

Há grandes bibliotecas pelo mundo, como a Biblioteca do Congresso, em Washington, que conta com 155 milhões de exemplares. Destes 32 milhões são livros escritos em 470 idiomas diferentes. 63 milhões são livros manuscritos, de antes do prelo existir. O restante são mapas, cartas náuticas, documentos de guerra, de política americana e outros materiais. Com isso ela é considerada a maior do mundo. Por certo ela vai necessitar de alguns bibliotecários por algum tempo ainda. Uma das principais funções de um bibliotecário é cuidar e conservar o acervo para

que este não se perca. Há materiais tão raros e preciosos que nem o bibliotecário ousa pôr a mão limpa sobre ele. Guarda-o num cofre com toda segurança e se por ventura for necessário manusear, o uso de luvas próprias é exigido. O ambiente é climatizado, o ar é filtrado e toda segurança está nas mãos do bibliotecário. Ainda é uma profissão muito importante.

Na visão de João, relatada no livro de Apocalipse, aquele que estava sentado sobre o trono (Apoc.21:5) lhe disse que se alguém retirasse qualquer coisa das palavras da profecia, do relato dos acontecimentos e da descrição dos futuros acontecimentos, Deus lhe tiraria o direito à árvore da vida e também o direito de entrar na cidade santa. Neste caso, todos nós devemos agir como bons bibliotecários e conservar o patrimônio histórico-religioso entregue a João, o apóstolo, e que chegou até nós.

Afinal, nós queremos entrar na cidade santa, queremos ter direito à árvore da vida, logo, devemos nos envolver com a preservação desse documento de origem divina.

Um bibliotecário eficiente, lê e cataloga todos os artigos que entram na biblioteca, além de conservar tudo que está sob seus cuidados. Você tem nas mãos um livro chamado bíblia, que significa livros (bíblia é o plural de biblos = livros), você já leu tudo detidamente para saber organizar, catalogar e dispor assim que for necessário? Se ainda não, comece hoje a fazer uma análise detalhada do conteúdo da sua bíblia. Não julgue que ler com atenção é trabalho apenas

para um bibliotecário que tem essa obrigação. Nela há informações preciosas para nossa vida. Há muita coisa para se ler, mas cuidado com o que lê. Muitas das informações são como lixo, nada se aproveita. “Há obras de ficção que foram escritas com o objetivo de ensinar verdades ou expor algum grande mal. Algumas dessas obras têm feito bem. Têm, por outro lado, operado indizível dano. Encerram declarações e descrições altamente elaboradas, que despertam a imaginação e suscitam uma corrente de pensamentos repleta de perigo, especialmente para os jovens. As cenas descritas são repetidamente vividas em sua imaginação. Tais leituras incapacitam a mente para a utilidade, tornando-a inapta para os exercícios espirituais. Destroem o interesse na Bíblia. As coisas celestiais pouco lugar encontram nos pensamentos. À medida que a mente se demora nas cenas

de impureza descritas, desperta-se a paixão, e o fim é o pecado” (CBV, p.445). Ler nossa bíblia e uma obrigação impossível de repassar para outra pessoa. Comece hoje. O primeiro livro se chama Gênesis (começo) e o último se chama Apocalipse (revelação). Boa leitura!

Os comentários estão encerrados.