Meditação diária de 08/02/2017 por Flávio Reti
08/02/2017
Meditação diária de 10/02/2017 por Flávio Reti
10/02/2017

Meditação diária de 09/02/2017 por Flávio Reti

9

Dia do Zelador

“Porque estou zeloso de vós com o zelo de Deus, pois, vos desposei com um só Esposo, Cristo, para vos apresentar a Ele como virgem pura”  II coríntios 11:2

A vida moderna criou a figura do zelador. Normalmente é um profissional que deve zelar pela vida ativa de um condomínio, de um prédio comercial ou residencial e por extensão ele acaba sendo o chefe das demais pessoas que trabalham nesse condomínio ou nesse prédio. Óbvio, então, que um zelador tenha conhecimento, mais do que noções, de gerenciamento de pessoal, porque ele vai ter que lidar com segurança patrimonial, com manutenção preventiva e ativa, vai ter que receber críticas e questionamentos dos condôminos e se haver com gastos emergenciais que podem surgir. É imprescindível que todo prédio ou condomínio tenha um zelador. Já ficou longe aquela ideia de que um zelador é uma pessoa que fica por ali limpando e varrendo os arredores, as calçadas dos condomínios.

Essas são suas atribuições, mas ele tem ainda pesando sobre si atribuições legais.

Ele é o imediato depois do síndico, deve dar conhecimento ao síndico de tudo que ocorre na sua área, deve repassar ordens que recebe do síndico. Resumindo, um zelador tem muito que fazer. Bem lembrado reservar um dia para comemorar a figura do zelador.

Nos dias de Paulo não havia esse conceito moderno de condomínios e nem prédios residenciais que exigissem uma pessoa com o perfil do zelador moderno. Mas nós temos o apóstolo Paulo dizendo que era zeloso, com o zelo de Deus, pelas pessoas a quem ele havia apresentado

o Salvador, Jesus Cristo. Ele usa a expressão “vos desposei com um só esposo” para indicar que ele foi objetivo, levou as pessoas a um único salvador e fez um papel semelhante aos tutores que preparavam e apresentavam a noiva ao esposo no dia do casamento.

Nossa bíblia tem uma outra forma de ver a palavra zelo. Paulo escrevendo a Tito, lembra-o que Deus preparou para si um povo ZELOSO de boas obras. Isso porque Deus foi tão zeloso que se deu por nós, para nos remir de toda iniquidade e preparar para si esse povo zeloso de boas obras.

Temos exemplos do zelo de Deus por nós e qual zelo manifestamos pela obra de Deus? Ele não pede que zelemos de um condomínio, muito menos de um prédio, mas zelar pela salvação nossa e de nossos irmãos. Zelo santo não pressupõe fiscalização, mas sim preocupação conosco e com nossos irmãos. Eu estou zelando da obra de Deus, meus irmãos estão zelando pela obra de Deus e a Igreja de Deus está zelando por nós. Zelo em todos os sentido. Se por acaso não temos praticado esse tipo de zelo, está na hora de ler Apocalipse 3:19. “Sê, pois, zeloso e arrepende-te”. Os fariseus eram pessoas zelosas, isso a gente percebe através de seu escrupuloso cerimonialismo e pela ostentação de seu culto e de suas obras de caridade. Eles tinham tanto zelo pela religião deles que acabavam transformando-a em discussão ruidosas pelas ruas de Jerusalém. Era discussão de fariseus zelosos e doutores da lei. Infelizmente, um zelo sem senso. Jesus estava falando, através de uma parábola, que sempre haveria joio no meio do trigo e, nesse momento, os servos da parábola se dispuseram a zelosamente arrancar o joio do meio do trigo. Mas Jesus optou pela prudência de deixar ambos crescerem juntos até a ceifa. Segundo Jesus, porque pode acontecer que no zelo de arrancar o joio, seja também arrancado o trigo. A gente percebe zelo na pregação dos discípulos, dos apóstolos e prova disso é o crescimento vertiginoso da pregação nos dias dos apóstolos.

Zelo faz parte da vida cristã. Obediência, quando zelosa, é aceitável diante de Deus. Nós devemos ser zeladores da nossa vida espiritual.

Os comentários estão encerrados.