Meditação diária de 07/10/2019 por Flávio Reti – Samuel Pierpont Langley
07/10/2019
Meditação diária de 09/10/2019 por Flávio Reti – Antônio Houaiss
09/10/2019

Meditação diária de 08/10/2019 por Flávio Reti – Henry Feyerabend

08 de outubro

João 14:1  “Não se turbe o vosso coração, credes em Deus, crede também em mim”

Henry Feyerabend

Henry Feyerabend foi um pastor adventista americano, mas que foi criado no Canadá. Com apenas 21 anos ele entrou para o ministério lá mesmo no Canadá e trabalhou também nos Estado de Massacghussetts como Obreiro antes de aceitar o chamado para vir para o Brasil como missionário. Aqui chegando, ele integrou o quarteto da Voz da Profecia e fez parte do time que evangelizava pelo Rádio e pela Televisão. Como atraente orador, embora falando mal o Português, dirigiu várias campanhas evangelísticas nas principais cidades do Brasil, maior parte no Sul do País. Em 1969 ele voltou para o Canadá para ser o orador oficial do Programa de televisão “It is Written (Está Escrito), e acabou criando um programa em língua Portuguesa, com estúdios em Toronto, para os descendentes de Portugueses que vivem no Canadá. Construiu também um estúdio em Ontário de onde lançou um novo programa em Inglês via satélite que cobria o Canadá e grande parte dos Estados Unidos.

Além de pastor, diretor de TV, orador, ele também escreveu mais de 12 livros incluindo comentários de Daniel, de Apocalipse e de Gálatas. Bem conhecido é o livro de sua biografia “Nascido para Pregar”. Infelizmente ele faleceu em dezembro de 2006, mas dias antes dele morrer um casal de brasileiros, Pr. Gilvan e esposa, o visitou e relatou o seguinte: Esta semana (Outubro, 2006) tive a oportunidade de visitar o Pastor Fayerabend. Quando eu o chamei dizendo que ia visitá-lo senti que aquela voz tão conhecida já não era a mesma. Um cansaço na pronúncia das palavras denunciava que o incansável e vitorioso guerreiro estava enfrentando tempos difíceis.
Quando cheguei lá o encontrei sentado na sala, assistido pela irmã Emma, sua esposa. Ambos demonstraram aquela simpatia de sempre, que apesar de toda luta, especialmente nesses últimos dois anos, ainda conseguem sorrir. Infelizmente o quadro médico do Pastor Feyrabend tem se agravado bastante nos últimos meses. Ele tem sentido muitas dores, controladas apenas por remédios muito fortes que cobram um preço alto com os efeitos colaterais. Com tristeza o Pastor Feyerabend disse que já não conseguia mais ler a Bíblia ou usar o computador para escrever. Ele disse também que os remédios têm lhe afetado a mente, causando algumas alucinações. Para ser honesto, senti que ele já não está mais fazendo planos futuros. Ele estava tentando escrever um último livro com mil ilustrações para sermões, mas já desistiu acreditando que já não há mais tempo.
Aliás, ele ainda tem um plano: Fazer de seu funeral um acontecimento evangelístico em sua querida Saskatchewan, entre os Menonitas de sua cidade natal. Eu brinquei com ele e disse que ele seria como Sansão. Mostrando o bom-humor de sempre ele disse: “Você está dizendo que eu matarei mais com a minha morte do que o fiz em minha vida?” Quando eu me preparava para sair ele disse: “Você gostaria de ouvir um conselho de um velho pastor, talvez o último que eu lhe dou?” Com os olhos umedecidos eu disse que sim. Então ele o deu com apenas quatro palavras: “Mantenha o sino tocando”. Um conselho tão curto mas ao mesmo tempo tão profundo. A seguir, eu e a irmã Emma nos ajoelhamos diante dele e combinamos que eu faria uma oração e que ele faria outra. Em um determinado momento de sua oração o Pastor Feyerabend disse: “Eu e o Gilvan vamos agora nos despedir e provavelmente só nos encontraremos de novo em Teu reino. Por favor, venha logo Senhor Jesus.”

Os comentários estão encerrados.