Comentários da Lição 10 (1o Trim/2017) por Ligado na Videira
04/03/2017
Meditação diária de 06/03/2017 por Flávio Reti
06/03/2017

Meditação diária de 05/03/2017 por Flávio Reti

Dia do Filatelista Brasileiro

“Vi na destra do que estava sentado sobre o trono um livro escrito por dentro e por fora, bem selado com sete selos” Apocalipse 5:1

Muitos conhecem a palavra filatelia como a arte de colecionar selos. É verdade, mas há muitos

outros aspectos envolvidos nessa arte. É um hobby muito popular praticado no mundo inteiro. Não deixa de ser também uma arte que promove conhecimento, uma vez que o filatelista coleciona selos e histórias do mundo inteiro A palavra filatelia significa gosto ou apreciação pelos selos. Um colecionador é capaz de contar a história dos selos, a evolução dos selos e do sistema postal. Muitas vezes, para conseguir um determinado selo o filatelista gasta um bom dinheiro e tem que esperar, às vezes, anos para conseguir um selo específico. Ele faz trocas com outros filatelistas do mundo todo.

A paixão que reúne os filatelistas é a vontade ferrenha de conhecer lugares, acontecimentos, pessoas ilustres, países e costumes através dos selos.

A filatelia surgiu quando surgiu o primeiro selo no mundo. Foi na Inglaterra, em 6 de maio de 1840, com um selo chamado penny black. A criação desse selo teve origem num plano de reformar o sistema postal e era uma forma de obrigar o remetente a pagar antecipadamente a tarifa postal de acordo com o peso da correspondência, porque até a data o custo do envio era pago pelo

destinatário e quando este se negava a receber, a correspondência era devolvida acarretando enorme trabalho ao serviço postal sem nenhum ganho pelo trabalho de levar e devolver.

O livro de Apocalipse conta a história dos acontecimentos na terra através de selos. Cada selo do Apocalipse representa eventos ao longo da nossa história e nos ensinam a maneira em que os acontecimentos vêm amadurecendo a vinda de Cristo a esta terra. E tem mais, Apocalipse fala das pessoas seladas nos últimos dias. Com o selo da besta ou com o selo do Deus vivo. Com qual dos selos você está envolvido? Você pode não ser um filatelista, mas de alguma forma algum relacionamento com um selo você um dia vai ter. Tomara que seja o selo do Deus vivo. O apóstolo João, depois de velho, foi por ordem de Roma isolado numa ilha deserta, a Ilha de Patmos, por causa da palavra de Deus. Ali ele recebeu de Deus a revelação para escrever o livro do Apocalipse, descrevendo os acontecimentos dos últimos dias. “Na revelação a ele dada foram desdobradas cena após cena de empolgante interesse na experiência do povo de Deus, e a história da igreja foi desvelada até o fim dos séculos. Em figuras e símbolos, assuntos de vasta importância foram apresentados a João para que os relatasse, a fim de que o povo de Deus do seu século e dos séculos futuros tivesse inteligente compreensão dos perigos e conflitos diante deles. Esta revelação foi dada para guia e conforto da igreja através da dispensação cristã. No entanto, mestres religiosos têm declarado que este é um livro selado e seus segredos não podem ser explicados. Em consequência, muitos se têm desviado do relato profético, recusando devotar tempo e estudo a seus mistérios.

Mas Deus não deseja que Seu povo tenha este livro em semelhante conta. Ele é a “revelação de Jesus Cristo, a qual Deus Lhe deu, para mostrar aos Seus servos as coisas que brevemente devem acontecer”. “Bem-aventurado aquele que lê”, declara o Senhor, e “os que ouvem as palavras desta profecia, e guardam as coisas que nela estão escritas; porque o tempo está próximo” (Apoc.1:3). Apocalipse não é um livro selado, é a revelação das coisas que em breve devem acontecer e bem aventurado, disse o anjo a João, aquele que lê e que ouve as coisas relatadas nesse livro. É nele que encontramos as mais belas afirmações sobre a volta de Jesus, é lá que descobrimos as maiores promessas aos crentes, é lá que encontramos a fé e o testemunho de Jesus na vida dos crentes. O anelo e o desejo da volta de Jesus estão lá com as seguintes palavras: “Ora, vem, Senhor Jesus”! E também está a resposta: “eis que cedo venho”.

Os comentários estão encerrados.