Meditação diária de 30/09/2019 por Flávio Reti – Johannes Chrysostomus Wolfgangus Theophilus Mozart
30/09/2019
Comentários da Lição – 4o. Trim/2019
01/10/2019

Meditação diária de 01/10/2019 por Flávio Reti – Henry Ford

01 de outubro

Salmos 20:7  “Uns confiam em carros e outros em cavalos, mas nós faremos menção do nome do Senhor nosso Deus”

Henry Ford

Pelo nome você já sabe de quem se trata. É homem que deu nome à Ford Motor Company e o primeiro empresário que inventou a chamada linha de montagem, ou montagem em série, que facilitou a produção massiva de carros com redução drástica dos custos. Seu método, já naqueles dias, produzia um carro a cada noventa minutos, assim ele podia oferecer um salário muito melhor aos seus funcionários, 5 dólares ao dia, sem falar que a invenção do Ford modelo T revolucionou o transporte e as indústrias americanas. Ford um dos homens mais ricos de seu tempo, registrou 161 patentes em seu nome. Em pouco tempo ele tinha uma concessionária em cada grande cidade americana e nas maiores cidades dos outros países. Mas Henry Ford também ficou conhecido como um grande pacifista, contra a luta interna entre negros e brancos, entre o norte contra o sul, mas era radicalmente antissemita, isto é, contra os judeus, não gostava de judeus. Seu pai era um imigrante Irlandês e sua mãe era americana, mas era filha de imigrantes Belgas. O jovem Henry começou se interessando por motores ainda na fazenda quando tinha de consertar as máquinas agrícolas na fazenda de seu pai.  Com 15 anos ele consertava relógios da vizinhança e com 16 anos abandonou a fazenda e foi para Detroit se empregar como aprendiz de operador de máquinas. Antes de seu carro Ford o que existia era o que se chamava de locomóveis, máquinas a vapor que se locomoviam nas lavouras. Logo ele estrava trabalhando nas oficinas da Eagle Motor Works consertando motores à explosão, novidade da época. Dentro de dois anos ele construiu seu próprio motor à gasolina e já partiu para montar seu primeiro carro com motor à gasolina apelidado de quadriciclo e ele andava fazendo testes. Depois se reuniu com mais 11 empresários interessados e começou produzindo carros e para fazer propaganda, ele dirigiu seu Ford T sobre o lago gelado de Saint Clair fazendo uma milha em 40 segundos e foi melhorando até conseguir 91 milhas por hora, ou mais ou menos 147 km por hora. Acabou que ele foi o primeiro patrocinador das 500 Milhas de Indianápolis. Em 1914 Ford estava produzindo 250.000 unidades por ano. Dois anos depois o preço baixou e ele produziu 472.000 unidades e assim, em pouco tempo, ele ia enchendo os Estados Unidos de carros. Só uma observação: Todos os carros eram pretos, por causa da secagem mais rápida e para não precisar montar estufas de pinturas de várias cores. Ele dizia que “se tivesse que fazer o que os clientes pedem eu teria construído uma carruagem com mais cavalos ao invés do carro modelo T”.

Por muito tempo, os carros que o povo conheceu foram os carros de tração animal, como as bigas de Faraó, mas o carro mais inusitado que a bíblia menciona foi o carro que levou Elias para o céu, porque ela nos informa que era um carro, ou uma carruagem, de fogo. Mas mais inusitado ainda será nossa viagem para a nova Jerusalém, através do espaço sideral até as mansões eternas que a bíblia não nos informa como será o meio de transporte, mas sei que vou viajar pelo espaço infinito. Jesus virá outra vez e a sua vinda estará cheia de novidades que nossa mente se nega a entender. Mas que vamos viajar pelo espaço, isso vamos!

Os comentários estão encerrados.