Meditação diária 09/08
09/08/2021
Culto de Oração
10/08/2021

Meditação diária 10/08

E daí, até quando vai durar este mundo? 

João 17:25 “Pai justo, o mundo não te conheceu, mas eu te conheço…” 

Conta uma história meio em tom de piada que um certo camarada entrou no trem sem ter o bilhete de embarque. Quando o guarda passou pedindo o bilhete, que era o comprovante do pagamento pela viagem, vendo que ele não tinha perguntou “até onde o senhor vai? Ele respondeu meio desajeitado que iria para São Paulo. Sem bilhete o Senhor não vai, disse o guarda e na próxima estação deu-lhe um pescoção e o pôs para fora do trem. Ele ficou na plataforma e esperou o próximo trem. Entrou novamente sem o bilhete comprovante do pagamento pela viagem e estava todo certo que teria sucesso até que veio o outro guarda e lhe pediu o bilhete, mas ele novamente não tinha. Para onde o senhor vai, lhe perguntou o segundo guarda. Eu vou para São Paulo, respondeu ele. Mas assim sem bilhete o senhor não vai a lugar algum e na próxima estação deu-lhe outro pescoção o pôs para fora do trem. Ele ficou por ali na plataforma da nova estação e aguardou o próximo trem e novamente entrou sem bilhete pela terceira vez. O terceiro guarda ao se aproximar dele pediu o bilhete e ele mais uma vez disse que não tinha. Para onde o senhor pretende ir assim sem bilhete, lhe perguntou, ao que ele já esperando outro pescoção respondeu: Eu vou até onde meu pescoço aguentar. É o tipo de resposta que serve até para a pergunta inicial de até quando vai durar este mundo? Ele vai durar até quando aguentar. A humanidade está depauperando as riquezas do planeta, desertificando grandes áreas por causa do desmatamento. Os recursos minerais e vegetais estão se esgotando e a humanidade já começou a sentir os efeitos desse decréscimo assustador do meio ambiente. Nosso mundo não está suportando mais o descaso de seus moradores. Produtos químicos lançados diretamente na natureza, lixo jogado nos rios e mares, plástico e outros matérias indissolúveis espalhados por todo os lados e os aterros sanitários além do limite de sustentação. O que certamente vai acontecer, até quando vai durar este mundo? “A terra pranteia e se murcha, o mundo enfraquece e se murcha, enfraquecem os mais altos do povo da terra” (Isaías 24:4). Nosso mundo planejado para ser o Jardim do Senhor está se tornando nesse lugar perigoso e impossível de se viver nele. Jesus deverá voltar logo para pôr um fim no descaso que temos pela bela terra que ele nos deu para viver nela. Nós somos testemunhas de que nosso mundo não vai durar muito mais e nós somos a causa desse infortúnio.

Os comentários estão encerrados.