Meditação de Pôr do Sol de 25/11/2016 por Sonia Regina F. Gomes
15/11/2016
Meditação de Pôr do Sol de 25/11/2016 por Sonia Regina F. Gomes
24/11/2016

Comentários da Lição 9 (4º Trim/2016) por Flavio Reti

slide1

 

Comentários da Lição 9 da Escola Sabatina
por Flavio Reti

DECLARAÇÕES DE ESPERANÇA

-A lição quer destacar o otimismo de Jó quanto ao futuro
-E otimismo para o futuro é só para quem tem esperança
-Jó acreditava em Deus, confiava nele e esperava nele
-Ele esperava alguma coisa de Deus, apesar das circunstâncias
-O vocabulário de Jó são palavras construtivas e confortadoras
-Aí na introdução temos a infeliz citação de um evolucionista
-“O homem é o único animal que ri e que chora”.
-O homem é criatura de Deus – E Deus tem intenções de salvar o homem
-As promessas de Deus são para o homem, não para animais
-A tragédia de Jó não faz sentido e nem é justificável
-Mas nem por isso perdeu a esperança e ainda proferiu palavras de confiança

DOMINGO – Inventores de Mentiras – 20 de novembro
-Jó tinha consciência de nada ter feito de errado
-O que diziam ser castigo era imerecido, ele estava certo disso
-Seus amigos insistiam que era castigo merecido por algum pecado
-Uma semana sem falar nada, era para concluir: Havia caroço nesse angu
-Quem primeiro falou foi Jó, mas em defesa de Deus e de si mesmo
-Jó se defendia – sem acusar ninguém, mas ele não se calou
-Jesus também se defendeu sem acusar ninguém pelo seu sofrimento
-Mas os amigos de Jó pregavam um Deus vingativo, que castiga na hora
-Hoje se inverteu – dizem que Deus é amor e não vai castigar ninguém
-Não é bem assim. Estreito é o caminho que leva à vida
-“O maior perigo do homem está em enganar a si mesmo, em condescender com a presunção, separando-se assim de Deus, a fonte de seu poder” (A Ciência do Bom Viver, 455).

SEGUNDA – Ainda que ele me mate – 21 de novembro
-Jó deveria estar influenciado pelo pensamento da época: Deus castiga imediatamente
-Se assim fosse, ele não daria tempo para o pecador analisar e se arrepender
-Não daria tempo para a transformação da vida do crente
-O mal existe até hoje é exatamente para dar tempo de arrependimento
-Até para os cananeus Deus deu um tempo. Deu tempo para os judeus também
-Jó e seus amigos acreditavam na punição imediata aos pecadores
-Eu vou continuar me defendendo diante de Deus, disse Jó (Jó 13:15)
-Mas ainda que ele me mate agora, nele confiarei.
-No momento do sofrimento, Jó não tinha noção de como terminaria aquilo tudo
-Pergunta-se: Como ele conseguia confiar e esperar em Deus, o mesmo que estava tratando dele tão injustamente, segundo pensava ele?
-Tiro por mim. Eu não consigo confiar em quem me maltrata. Não espero nada da pessoa
-Ainda que ele me mate, nele confiarei. Essa é uma tremenda expressão de fé
-Todas as coisas cooperam para o bem…
– É muito difícil entender assim no meio do sofrimento

TERÇA – Declarações de esperança – 22 de novembro
-Jó pronunciou uma frase difícil de entendermos (13:16)
-“Ele (Deus) será minha salvação, mas o hipócrita não virá perante ele”
-O que ele quis dizer com isso e o que seus amigos entenderam?
-Quando falamos, somos afetados pelas nossas emoções, pelo que estamos sentindo
-Quem ouve, entende segundo sua crença, seu histórico de vida
-Na realidade Jó disse que confiava em Deus e que seria salvo por ele, foi isso
-Na sequência disse que os hipócritas não se salvariam
-Eles entenderam que Jó estava admitindo que era pecador
-Toda a confusão estava na cultura errada deles na qual criam
-E na falta de informação sobre a verdadeira causa do sofrimento de Jó
-Com essa compreensão eles foram ainda mais duros com Jó
-Para eles era petulância de Jó achar-se justo diante de Deus
-Eles se ofenderam achando que Jó os chamara de hipócritas
-Lição: Temos o direito de nos defender, se temos convicção de que estamos certos
-Jesus também, várias vezes se defendeu, exceto quando a profecia deveria ser cumprida
-Podemos nos defender, mas há momento que a prudência manda nos calar

QUARTA – Esperança antes da Criação do Mundo – 23 de novembro
-Antes do mundo existir Deus pôs em operação um plano de salvação
-Nele, todos os detalhes já estavam previstos
-Acha você que Deus não previu todo sofrimento que estamos vendo?
-Ele viu de antemão o pecado se alastrando no mundo e suas consequências
-Ele viu satanás tentando usurpar o lugar de Cristo
-Ele previu o sofrimento de todos, maus e bons devido ao pecado
-Isso nos impressiona, o fato de Deus conhecer o futuro
-Nós, humanos, só podemos especular sobre o futuro, conhecer jamais
-As ciências físicas e químicas até nos ajudam a prever alguma coisa, mas limitada
-Mas, se ele sabia tudo de antemão por que permite? São aquelas perguntinhas
-Entenda: Se o caminho que Deus seguiu não fosse o melhor, ele não teria seguido
-Se Deus não seguisse por esse caminho, possivelmente por outro seria pior
-Se tivesse destruído satanás, Adão e Eva, no início, nós também não existiríamos, certo?
-Seria bom, não? Mas, bom pra quem? Pra nós é que não seria
-Hoje sofremos, verdade, mas temos esperança de uma vida eterna
-Todos sabiam no universo que Deus era bom – mas não sabiam quanto ele era bom
-Não nessa extensão a ponto de morrer pelo ser humano nessa terra

QUINTA – Imagens de Esperança – 24 de novembro
-Imagens de Esperança é uma série de versos que expressam esperança
-Não é necessário provar que Deus vai cumprir o que promete
-A história já deu provas e nós podemos crer firmemente na exatidão das promessas
-Gênesis 3:15 – JESUS viria lutar com a serpente para libertar o ser humano.
-Gênesis 22:8 – Abraão confiou em DEUS, e disse: “DEUS proverá.”
-Jó 1:29 (A lição errou é Jó 6:29) – A justiça da minha causa triunfará, disse Jó.
-Gálatas 2:16 – Somos justificados pela fé em JESUS CRISTO, isto é, nossa salvação felizmente não depende de nossos méritos.
-Filipenses 1:6 – Aquele que começou boa obra em nós há de completá-la.
-I Coríntios 10:13 – DEUS não permitirá tentação acima de nossa capacidade de suportar.
-Esse é o princípio de justiça de DEUS utilizado no caso de Jó
-Esse homem parece que era capaz de suportar qualquer situação, tamanha a sua integridade
-E sabemos por esse verso que DEUS conhece os limites de cada um, o seu e o meu
-Por isso permitiu que satanás fosse até esse ponto com Jó. DEUS sabia que Jó não vacilaria.
-Daniel 7:22 – Um dia o Ancião de dias fará justiça. A justiça DEUS será verdadeira e definitiva.
-Daniel 12:1, 2 – DEUS Se levantará em favor de Seu povo, e o salvará (do decreto de morte).
-Mateus 24:27 – Ele virá como relâmpago. Nós ainda veremos grandes coisas acontecerem
-Daniel 2:44 – Nos dias destes rei (da Europa dividida, dias em que vivemos, faz um bom tempo) JESUS Se manifestará e instituirá um reino que jamais passará a outro, que jamais será destruído.
-Conclusão: A guerra por causa do pecado será feia e cruel, mas JESUS já foi vencedor
-Ele providencia uma pátria definitiva cuja lei será o amor, e o ambiente será de felicidade.

SEXTA – Conclusão – 25 de novembro
-Antes de qualquer injustiça, antes que nossos primeiros pais saíssem do jardim, antes que enfrentassem a nova vida cheia de desafios e perigos, JESUS anunciou que viria lutar e morrer por eles e por nós.
-Antes de qualquer tipo de sofrimento, Ele demonstrou todo Seu amor por nós.
-Na cruz Ele provou o quanto nos ama. Não necessitamos contar toda a história outra vez.
-O nosso grande problema, talvez um dos maiores, é manter a fé em meio a problemas e perplexidades
-Mas faz parte do quadro de injustiças e contradições do contexto do pecado, e não é culpa de DEUS
-Ele é o Ser que mais nos ama e que já providenciou tudo para sermos salvos da morte.
-Comentário de Ellen G. White
“O mensageiro virou-se para a congregação e disse: “Acreditais nas profecias? Vós que conheceis a verdade, compreendeis que agora está sendo dada ao mundo a última mensagem de advertência – que agora está sendo ouvido o último convite de misericórdia? Acreditais que Satanás desceu com grande poder, trabalhando com todo engano de injustiça em todos os lugares? Acreditais que a grande Babilônia veio à lembrança diante de Deus e que ela logo receberá da mão de Deus o dobro por todos os seus pecados e injustiças?”” (Fundamentos da Fé Cristã, 363 e 362).
-Muitos abandonam a fé por causa de problemas na vida!
-Muitos abandonam por causa da arrogância e prepotência em nosso meio! Mas não é esse o caso.
-Lembre-se, estamos em meio a uma grande guerra, o grande conflito cósmico, e essas coisas ruins, mesmo entre o povo de DEUS, estavam previstas.
-Só cuidemos para que nós mesmos não sigamos o “eu acho” mas sigamos sempre o “está escrito”.

Flávio Reti
Membro e ancião da Igreja do IASP

Os comentários estão encerrados.