Meditação diária de 26/04/2017 por Flávio Reti
26/04/2017
Meditação diária de 27/04/2017 por Flávio Reti
27/04/2017

Comentários da Lição 5 (2o Trim/2017) por Flavio Reti

LIÇÃO 5 – VIVENDO PARA DEUS

-O assunto é a transformação de vida após a conversão. O que vem depois
-Toda mudança exige adaptação, algum sofrimento, alguma perda e ganhos também
-Mudar de vida é a coisa mais difícil que alguém tenha que fazer
-Deixar um ambiente de aceitação e sair em busca de outro, se inserir em outro não é fácil
-A conversão não é só uma nova vida, é uma vida de muitas renúncias, mais agravante
-É depois da conversão que vêm as renúncias, as restrições, deveres e obrigações
-E o problema do emprego por causa do sábado. Perder e não achar outro?
-As provações são duras e nem sempre acabam de maneira suave, onde tudo dá certo
-Se você não tem problema, talvez um amigo seu tenha e você deverá ajudar
-A mudança de vida é tão grande que dificilmente outros não vão notar, porque será visível
-Viver para Deus é uma decisão que devemos tomar diariamente

DOMINGO – TENDO O MESMO PENSAMENTO
-Na lição anterior Pedro falou de submissão às autoridades, sobre amar uns aos outros
-Agora ele aconselha ter todos os mesmos pensamentos, a mesma mentalidade
-E Pedro detalha seu conselho: Não tomando mal por mal, ou injúria por injúria
-Ao contrário, diz ele, “bendizendo, sabendo que para isso fostes chamados”
-Porque? Leia I Pedro 3: 8-11 e terá a resposta
-Pregar com a vida a piedade prática da fé. O maior argumento é uma vida sem afetação
-“Pregai com vossa vida a piedade prática da fé em que acreditais. Deixai ver que a verdade nunca degrada ao que a recebe, fazendo-o rude ou vulgar, ou irritado e impaciente. Tornai patente a todos vossa paciência, benevolência, longanimidade, brandura, compaixão e verdadeira bondade; pois tais graças são a expressão do caráter do Deus a quem servis” (Evangelismo, 399 e 400)
-Resumindo, é viver segundo está escrito, segundo o exemplo de Jesus
-Se Jesus veio para servir e não para ser servido, o que você vai querer fazer?
-Na igreja não pode haver judeus e gentios, senhores e servos, livres e escravos
-Antes tende o mesmo modo de pensar, o mesmo pensamento de Cristo

SEGUNDA – SOFRER NA CARNE
-Se já houve alguém que sofreu na carne, esse alguém foi Jesus
-Desde o céu, ele era o foco da inveja de satanás que queria destroná-lo do trono do universo
-Depois, estando aqui, era objeto de perseguição de satanás o tempo todo
-O inimigo suscitava homens influentes para prejudicar a vida de Jesus
-Ele não tinha sossego, vivia encurralado pelas autoridades dirigidas por satanás
-A morte de Jesus significou para ele, que era Deus, um grande sofrimento
-Imagine ele sofrendo por pecados que não cometera, pelos nossos pecados
-Imagine a tortura psicológica pela qual Jesus passou sofrendo em lugar de outros
-E a coisa caminhou para o extremo, onde ele foi morto finalmente, para triunfo dos inimigos
-Os inimigos se deliciavam com o sofrimento de Jesus. Sua morte foi um sucesso, pensavam eles
-Você que acha que sofre tanto neste mundo, que é seu sofrimento quando comparado a Jesus?
-Quando foi que você sofreu na carne para aliviar o sofrimento de outros?
-O sofrer na carne dito por Pedro é sofrer para não pecar

TERÇA – NASCIDO DE NOVO
-Alguma coisa sempre muda na pessoa que passa pelo renascimento, pelo batismo
-O que muda quando reconsagramo-nos, quando nos reavivamos, quando nos convertemos?
-Muita coisa muda. Pedro citou várias coisas que mudam, veja algumas:
-desaparece a sensualidade -deixa a bebedeira e as orgias
-deixa a idolatria, o Deus verdadeiro passa a ser adorado (na Grécia havia muitos deuses)
-Desaparece a glutonaria (havia o costume de comer, vomitar e voltar a comer)
-Nunca foi fácil a vida de um recém convertido e não é hoje também
-Em nossos dias as tentações ganharam contornos diferentes daquelas dos tempos de Pedro
-Há muito mais coisas que devemos superar dentro e fora da igreja exigindo muito mais esforço
-Comece enumerando as dificuldades da vida moderna. Come pelas drogas, pela bebida
-Há excesso de velocidade em tudo, exceto na prática de boas obras
-É bem mais difícil a um renascido viver como bom cristão hoje que naqueles tempos de Pedro
-Não é fácil para um recém convertido criar raízes e se aprofundar nesta verdade

QUARTA – PECADOS DA CARNE
-O amor de Deus une as pessoas, inclusive os animais, certo?
-Quando Deus criou o homem e a mulher determinou que seriam um para o outro
-Logo, essa aproximação entre homens e mulheres, de certo modo, é até divino
-Então, o que há de errado com esse desejo intenso de um pelo outro? Não é de Deus?
-Dia 20 de março a ONU decretou como o dia da felicidade Internacional
-E enumerou 10 países como os mais felizes do mundo entre 155 nações (O Brasil é o 22º da lista)
-São eles, Noruega, Dinamarca, Islândia, Holanda, Canadá, New Zeland, Suécia, Finlãndia, Austrália e Suécia.
-Essa fonte é confiável? Baseado em que mediram esse grau de felicidade?
-Não entrou em consideração a presença de Deus entre os homens e as mulheres
-Desses dez, sete já aprovaram o casamento entre pessoas do mesmo sexo
-E como são esses países os mais felizes do mundo?
-Duas hipóteses: Ou o ser humano não precisa de Deus para ser feliz, ou
-Ou os cristãos não sabem ser cristãos e por isso não são tão felizes
-Alguma coisa está errada, ou com a pesquisa ou com os crentes, ou com os dois
-Esse é o contexto no qual vivemos neste mundo. Nem nós estamos entendendo
-Que a vida promíscua vem sendo incentivada não é de hoje
-Que o casamento puro e ideal vem sendo combatido também não é de hoje
-Esse assunto de preferência sexual está deixando de ser polêmica para ser aceito livremente
-A noção de promíscuo, de imoral, de nojento, de contrário à lei de Deus está desaparecendo
-Nós, adventistas, deveríamos saber bem esse assunto para educar nossos filhos
-Nossos filhos precisam crescer com uma determinação sexual bem definida, segura
-Quando eu nasci, a vizinha perguntou ao meu pai o que era. Ele disse “é homem”
-De lá pra cá eu assumi que sou homem e nunca tive dúvida disso
-Sorrateiramente essa discussão de gênero está se infiltrando nas escolas e criando confusão
-O pai diz que ele é homem, a escola diz que depende, a sociedade diz que ele é quem decide
-Em nome do combate à homofobia as crianças recebem cartilhas misturando os gêneros

QUINTA – O AMOR COBRE TUDO
-Falar de amor é muito fácil a compreensão, mas é difícil a aplicação
-Porque nossa natureza é contrária à presença do amor – nós somos maus
-Pedro faz uma lista de quatro ingredientes para uma receita de uma vida feliz
-amor ao próximo -Hospitalidade
-servir uns aos outros -glorificar a Deus
-Quem pratica essa receita já está trabalhando do lado de cá, com Deus
-Você já sabe o que é amor, porque DEUS É AMOR
-Este é o princípio de tudo, é a base sobre a qual se sustenta o universo
-Isso é vital entender, já que o amor resolve toda e qualquer situação, boa ou má
-Pedro disse que o amor cobre multidão de pecados. Isso é uma notícia alvissareira
-Cobrir pecados é o mesmo que dizer solucionar problemas criados por nós
-Se você pensar, você vai ver o criador, o amor em pessoa, servindo à criatura
-No contexto do céu isso é normal. Servir é contrário a chefiar
-Onde todos são servos e ninguém é chefe não há a mínima possibilidade de ocorrer problemas
-Amor para cobrir multidão de pecados só existe aqui na terra
-No céu o amor não cobre multidão de pecados porque lá não existirá pecado

SEXTA – CONCLUSÃO
-O amor que tudo sofre, tudo suporta, não magnifica os problemas dos outros
-Antes, tem o mesmo sentimento, sofre na carne o problema dos outros igualmente
-Vive unido aos demais crentes, porque juntos vão entrar no mesmo céu
-Ninguém vai na frente e ninguém fica para depois.
-A esta altura, o amor de Deus já cobriu nossa multidão de pecados

Os comentários estão encerrados.