Meditação diária de 25/01/2019 por Flávio Reti – Jânio da Silva Quadros
25/01/2019
Meditação de Pôr do Sol 25/01/2019 por Helenice de Oliveira Correa.
25/01/2019

Comentários da Lição 4 (1o Trim/2019) por Classe 3

Digno é o cordeiro

“Depois desses acontecimentos, observei uma porta no céu, e a primeira voz que eu ouvira, voz como de trombeta, falando comigo, chamou-me:  Sobe até aqui, e Eu te revelarei os eventos que devem ocorrer depois destes.

Imediatamente, me vi absolutamente tomado pelo Espírito, e diante de mim estava um trono no céu e nele estava assentado alguém. “  Ap 4: 1 e 2 VKJ

João o revelador, se maravilha com essa visão, mas ainda não era de pleno entendimento.

Isaías foi profeta na tribo de Judá por sessenta anos aproximadamente, e aconselhou quatro reis, ele foi o maior dos profetas com ministério escrito, nenhum outro profeta escreveu sobre a glória de Deus com tanta eloquência.

Miqueias contemporâneo de Isaías escreveu mensagens a Samaria e a Jerusalém, Deus roga para que se voltem a Ele, deixem seus pecados, e declara; “A  Assíria é a vara da sua ira. “   Isa 10:5

Ezequiel, um sacerdote, um dos exilados na Babilônia, assim como Daniel e o apóstolo João, Ezequiel profetizou fora da terra de Judá.

Os profetas do velho testamento; Isaías, Miqueias, Ezequiel, e Daniel descrevem o trono de Deus.

“Enquanto eu, pasmo, admirava esses animais, eis que tronos foram trazidos, e um ancião pleno de dias se assentou. Suas roupas eram brancas como a neve; e seus cabelos alvos como a pura lã. Seu trono estava todo envolvido por labaredas de fogo, e as rodas do trono eram chamas ardentes. De diante dele, brotava e fluía um rio de fogo. Milhares de milhares o serviam; milhões e milhões prostravam-se diante dele. Então o Tribunal deu início ao julgamento, e todos os livros foram abertos. Dan 7:9 e 10 VKJ

O pleno entendimento do livro de apocalipse passa pelo estudo dos livros do velho testamento, a sabedoria de Deus é a base.

No novo testamento além de João temos, Estevão e Paulo narrando o trono de Deus em suas visões, todos se reportam a Deus com reverencia, e adoração, ambos anseiam a vida eterna, olham pra Jesus como cordeiro que tira o pecado do mundo.

Os profetas citados falam do trono de Deus, falam de seu esplendor, sua glória e majestade, partem do princípio da verdadeira e santa adoração, remetem a Deus toda honra e glória e poder do universo, pois Ele é o criador e mantem tudo com seu poder e glória.

Quando a misericórdia de Deus nos alcança, e aceitamos a vida através da morte de Jesus; “Eis o Cordeiro de Deus que tira o pecado do mundo. “ Jo 1:29  Devemos entender que seu amor nos regata se O aceitarmos, Ele quer morar em nós, para que sejamos  perfeitos.  Querubins e Serafins o adoram na mais perfeita reverência e adoração, percebamos a grandeza da Sua santidade.

Todo simbolismo envolto no trono de Deus confirma as promessas feitas ao homem, seu amor é eterno. O arco-íris é a certeza da promessa oferecida ao homem.

“Então, observei na mão direita daquele que está assentado no trono um livro em forma de rolo, escrito de ambos os lados e selado com sete selos.

Vi, também, um anjo forte, que proclamava em grande voz: “Quem é digno de abrir o livro e de lhe romper os selos?  No entanto, não havia ninguém, nem no céu, nem na terra nem debaixo da terra, que pudesse abrir o livro, ou ao menos olhar para ele.

E eu chorava muito, porque não se encontrou ninguém que fosse digno de abrir o livro e de olhar para ele. Então, um dos anciãos consolou-me, afirmando:  Não chores, pois o Leão da tribo de Judá, a raiz de Davi, venceu para abrir o livro e romper os sete selos.

Nisso, aconteceu que reparei, no meio do trono e dos quatro seres viventes e entre os anciãos, em pé, um Cordeiro que parecia estar morto, e tinha sete chifres e sete olhos, que são os sete espíritos de Deus enviados a toda a terra.  Ele veio e pegou o livro da mão direita de quem estava assentado no trono.

E assim que o recebeu, os quatro seres viventes e os vinte e quatro anciãos prostraram-se diante do Cordeiro. Cada um deles tinha uma harpa e taças de ouro cheias de incenso, que são as orações dos santos. “  Ap. 5: 1-8 VKJ

Jesus aparece com disposição de se aproximar do trono e pegar o rolo selado, ele assume seu papel de cordeiro para que o homem tenha vida, sua santidade esta alinhada a condição de resgatar o homem. Quer soprar a graça na humanidade caída pelo pecado.

O processo de vida, morte e ressurreição não estava completo, era necessário ainda ele subir ao céu, e completar o plano da redenção perante os anciãos, assumindo ser o cordeiro, e depois enviar o Espirito Santo a continuar atuando no coração do homem já resgatada com seu sangue. Uma vida de renuncia e santificação, são elementos fundamentais para sermos semelhantes a Ele.

Aceitar seu sacrifício e viver em harmonia com sua natureza, nos mostra um céu que aguardamos, e começaremos a vivê-lo aqui. Sua misericórdia nos dá a vitória já conquistada por Ele, Jesus Cristo derrotou o príncipe desse mundo, e nos oferece uma nova vida. Mesmo que venhamos a sofrer, ou ate morrer, o faremos porque o amamos, e almejamos ser fieis, e esperamos um dia poder ser recebido por aquele que nos amou mesmo sem merecermos.

Toda essa adoração ao cordeiro, e a salvação que Ele nos oferece, é envolto por um preço o qual Ele pagou, e a nós não é permitido saber o real valor ainda.

Os comentários estão encerrados.