Meditação diária de 11/04/2017 por Flávio Reti
11/04/2017
Meditação diária de 12/04/2017 por Flávio Reti
12/04/2017

Comentários da Lição 3 (2o Trim/2017) por Flavio Reti

LIÇÃO 3 – UM SACERDÓCIO REAL

-Palavras de Pedro: Vós sois geração eleita, sacerdócio real, nação santa, povo exclusivo de Deus
-Finalidade: Para anunciar as grandezas daquele que vos chamou das trevas para sua maravilhosa luz
-O que você acha que Pedro quis dizer com essas palavras?
-Porque a vinda de Cristo era motivo de piada entre muitos crentes, virou uma história comum
-Já fazia 35 anos desde a morte de Cristo. Eles haviam abandonado a atitude de espera e vigilância
-Exatamente o que vai acontecer nos últimos dias com os crentes professos
-Muitos vão estar comprando e vendendo, plantando e edificando como se nada esperassem
-Essa é a condição de muitos. “Por se multiplicar a iniquidade, o amor de muitos esfriará”
Palavras de Ellen White: “Meu coração é oprimido quando vejo a grande falta de espiritualidade entre nós. As modas e os costumes do mundo, orgulho, amor às diversões, amor à ostentação, extravagância no vestuário, em casas, em terras – estas coisas estão fraudando o tesouro, dedicando à satisfação do próprio eu os recursos que deveriam ser usados para transmitir ao mundo a luz da verdade. Propósitos egoístas tornam-se a principal consideração. …
-Sacerdócio porque de início não havia reis e governadores, Deus era o dirigente na nação
-O Próprio Deus reinava entre eles e eram uma nação teocrática, dirigida por Deus
-É por isso que Pedro usa a expressão “propriedade exclusiva de Deus”
-Que somos propriedade de Deus não é menos verdade hoje do que foi no passado
-Quando a sacudidura vier, muita gente vai ser lançada fora
-Deus não vai poder levar vidas falsas, cristãos falsos, para o céu. Correr risco nunca mais!

DOMINGO – VIVER COMO CRISTÃO

-Como? Deixando toda malícia, todo engano, todo fingimento, inveja, murmuração (2:1-3)
-São orientações diretas, claras, que serviram a eles e servem a nós hoje também
-Para os primeiros cristãos era muito difícil manter-se incontaminado do mundo, viviam no paganismo
-O mundo conhecido era pagão. Crenças, filosofias, mitologia estavam disseminadas na população
-Manter sua fidelidade a Deus sem se contaminar com o ambiente não era e não é fácil
-Dar testemunho de ser pessoas confiáveis, fidedignas, acima da crítica era um desafio aos crentes
-Deixar toda malícia. E o que é malícia? Inclinação para o mal, má índole
-Deixar todo engano e fingimento. A mentira está incluída aqui. Alguma diferença de hoje em dia?
-Deixar a inveja, as murmurações. Desejar como criança o leite original, não falsificado
-Pedro estava receitando instruções como faz um médico com seu paciente doente
-Porque o ideal seria viver no meio de um mundo mau e não ser maus
-Porque diz Pedro “não tínheis misericórdia, mas agora alcançastes misericórdia” (2:10)
-Então, agora é diferente, agora sois povo de Deus

SEGUNDA – A PEDRA VIVA

-Conselho de Pedro: Achegando-se a ele, a pedra viva, reprovada pelos homens, mas eleita por Deus
-E vós também, disse Pedro, sois pedras, edificados na casa espiritual no sacerdócio santo
-A pedra, a que se referia Pedro, era o fundamento dos apóstolos – a pessoa de Cristo mesmo
-Era o fundamento dos apóstolos e dos profetas de todos os tempos
-Nele, disse Paulo, vós estais sendo edificados juntos para se tornarem morada de Deus (Ef.2:20-22)
-Especificamente, a pedra que os construtores rejeitaram, a pedra angular, de esquina (At.4:10-12)
-Era argumento de Pedro impor a pessoa de Jesus Cristo, vergonha dos judeus e loucura para os gentios

a) Edificados sobre o fundamento dos apóstolos e dos profetas, tendo Jesus Cristo como pedra angular, no qual todo edifício é ajustado e cresce para tornar-se um santuário santo no Senhor. Nele vocês também estão sendo edificados juntos, para se tornarem morada de Deus por Seu Espírito” (Efésios 2:20-22).
b) A pedra que os construtores rejeitaram tornou-se a pedra de esquina; Salmo 118:22 (Mat. 21:42–44; Marc. 12:10; Luc. 20:17; Atos. 4:10–12).
c) A pedra rejeitada pelos arquitetos tornou-se a pedra angular (Salmos 117:22).
d) Por isso o Senhor Deus lhes diz: Eu coloquei em Sião uma pedra, um bloco escolhido, uma pedra angular preciosa, de base: quem confiar nela não tropeçará (Isaías 28:16).
e) Dela há de provir a pedra angular; dela, o mastro da tenda; dela, o arco de guerra; dela, todos os chefes (Zacarias 10:4).
f) Jesus acrescentou: Nunca lestes nas Escrituras: A pedra rejeitada pelos construtores tornou-se a pedra angular; isto é obra do Senhor, e é admirável aos nossos olhos (Sal 117:22); (Mateus 21:42).
g) Nunca lestes estas palavras da Escritura: A pedra que os construtores rejeitaram veio a tornar-se pedra angular (Marcos 12:10).
h) Mas Jesus, fixando o olhar neles, disse-lhes: Que quer dizer então o que está escrito: A pedra que os edificadores rejeitaram tornou-se a pedra angular (Sal 117:22; Lucas 20:17). Esse Jesus, pedra que foi desprezada por vós, edificadores, tornou-se a pedra angular (Atos 4:11).
i) Por isso lê-se na Escritura: Eis que ponho em Sião uma pedra angular, escolhida, preciosa: quem nela puser sua confiança não será confundido (Isa. 28:16; I Pedro 2:6).
j) Para vós, portanto, que tendes crido, cabe a honra. Mas, para os incrédulos, a pedra que os edificadores rejeitaram tornou-se a pedra angular, uma pedra de tropeço, uma pedra de escândalo (Sal. 117:22; Isa. 8:14; I Pedro 2:7).

-Essa pedra não é Pedro. Os versos acima referem-se todos a JESUS
-Pedro não é a pedra angular principal, como quer a igreja católica
-Mas um dos fundamentos de pedra menor, como os demais apóstolos.

TERÇA – POVO DA ALIANÇA DE DEUS

-Deus sempre usou de alianças com seu povo. Eram acordos de cooperação mútua
-Ambas as partes devem ganhar e nenhuma delas perder. Do contrário não é cooperação
-Com Adão e Eva, não comam da fruta e vocês viverão felizes para sempre
-Com Abraão Deus daria uma descendência se ele andasse nos seus caminhos
-Essa palavra concerto, aliança era conhecida entre eles
-Jacó fez uma aliança com Labão seu sogro (Gen.31:44)
-Salomão fez aliança com Hiram, rei de Tiro na construção do templo (I Reis 5:12)
-Davi fez aliança com os anciãos de Israel (IISam.5:3)
-Deus fez um concerto com o povo nos dias de Moisés
-Com essas lembranças, Pedro estava despertando neles a necessidade de um concerto com Deus
-E foi dessas alianças que resultou a vinda do Messias, cuja história eles agora conheciam

QUARTA – UM SACERDÓCIO REAL

-Um sacerdote era um líder, arauto de Deus, diante do povo
-Os pais eram os sacerdotes dentro das famílias
-Deus tinha interesse que Israel fosse um reino de sacerdotes, uma nação santa
-Uma nação assim seria o maior testemunho do trato de Deus com os homens
-E uma igreja assim, não seria também o melhor testemunho para o mundo hoje?
-Nossa vida de sacerdotes exige que sejamos diferentes das demais igrejas
-E a diferença nossa e o mundo não está só nas coisas da moda, dos costumes
-Nossa diferença deve estar na adoração, na obediência, no estilo de vida, se santificando
-Vós porém, sois raça eleita, sacerdócio real, nação santa, povo de propriedade exclusiva
-A igreja de Deus está num mundo que está pisando a lei de Deus
-A igreja de Deus está num mundo que desconhece as maravilhas de ser filho de Deus
-Está num mundo que não tem esperança de salvação, nem de céu, nem de vida eterna
-O mundo há de achar essas coisas e muito mais em nós, os que fizemos um concerto com Deus
-O mesmo sol que brilha pra nós deve brilhar para eles também
-Se é que “vós sois a luz do mundo, o sal da terra, o povo escolhido de Deus”
-Manter a chama da verdade sempre acesa e brilhando diante dos homens para que vejam
-Não podemos ser uma igreja de porão, escondida, devemos mostrar a cara da nossa fé

QUINTA – PROCLAMANDO OS LOUVORES

-Proclamar os louvores não é sair dizendo pra todo mundo que eu sei cantar
-É exemplificar na vida que a salvação muda as pessoas, que há poder no evangelho
-É tão verdade que você já não é mais o que antes era, confere?
-Israel deveria ser uma bênção para o mundo e nós não devemos ser menos que isso
-Não somos exemplos para ninguém, mas podemos servir de referências no mundo
-Se Israel tivesse cumprido o plano, talvez hoje seria maior que os Estados Unidos, não sei, mas…
-Israel estaria assentado onde hoje estão Iraque, Arábia Saudita, Turquia, Síria
-Afinal, eram as terras da promessa feita a Abraão, Isac e Jacó em concerto anterior
-Imagine, então, como seria a igreja de Cristo hoje, no seio de uma nação assim
-Não conseguimos imaginar como seria o mundo se Israel não tivesse falhado no concerto
-A idolatria não existiria, os cristãos não teriam sido perseguidos
-O povo de Israel pagou muito caro pela sua desobediência, pela quebra do concerto
-A história bem que poderia ter sido diferente e Cristo já poderia ter voltado há mais tempo
-O que devemos proclamar é o mesmo que Israel deveria ter feito
-Hoje temos que proclamar não como um povo, mas como uma igreja
-Mas como disse Jônatas, “Deus pode dar a vitória com muitos ou com poucos.
-Cumprirá sua promessa com poucos, muito poucos convertidos, mas cumprirá
-Jesus há de voltar vitorioso para buscar sua igreja, nós, se formos firmes no seu concerto

SEXTA – CONCLUSÃO

-Somos de fato separados do mundo e ligados em aliança com Jesus?
-É verdade que “Eu e minha casa servimos ao senhor”?
-Temos consciência de que somos um sacerdócio que deve ser santo?
-Sabemos da finalidade “proclamar as virtudes daquele que nos chamou das trevas”?

Os comentários estão encerrados.