Culto de Sábado
25/09/2020
Feliz Sábado
25/09/2020

Comentários da Lição 13 (3º Trim/2020)

Lição 13 – Um Passo de Fé

Introdução:
-Tudo que se faz na vida cristã é pela fé
-A própria vinda de Jesus para morrer e salvar era um passo de fé
-Ele confiou inteiramente no Pai, porque se falhasse na sua missão estaria toda perdida
-Nós também temos uma missão na qual não podemos falhar
-Temos que avançar pela fé do contrário vamos negar a salvação para muitas pessoas
-Nossa missão não se compara com a de Jesus, mas de igual modo exige fé na direção
-Ninguém deixa a zona de conforto sem manifestar fé e confiança no chamado e em quem chama
-Jesus não pensou no custo, mas no resultado, na redenção da humanidade
-O sacrifício de Jesus foi incalculável, enquanto o nosso muitas vezes é pífio
-Nossa fé fraca e por isso nossos resultados são ínfimos

DOMINGO – O AMOR AUTO SACRIFICANTE DE JESUS
-Como Pensava Jesus? O que lhe passava pela cabeça diante de sua missão?
-Sedo ele um ser humano como nós, deveria pensar e analisar como nós o fazemos
-Será que ele levava em conta que ele era, lá no céu, igual a Deus?
-Diante da humilhação, comparando com o que ele era, o que o mantinha focado nessa missão?
-A bíblia coloca Jesus igual ao ser humano e não igual ao Deus
-No entanto, na hora de amar, ele amou como Deus ama, esqueceu a humilhação pela frente
-A essência do pensamento de Jesus era de se auto sacrificar pelas pessoas
-E o que queremos dizer quando dizemos que amamos as pessoas?
-Que sacrifícios fazemos nós para demonstrar que também amamos como Cristo?
-A lição diz que “o céu valerá qualquer sacrifício que fazemos na terra”
-Pense bem no que significa “morrer para o eu” por amor a Cristo

SEGUNDA – UM CHAMADO AO COMPROMISSO
-A vida corria normal para os pescadores da Galileia
-Até o dia em que Jesus passou e fez a eles um chamado de serem pescadores de homens
-Eles provavelmente já tinham ouvido de Jesus, já tinham algum conhecimento dele
-Mas não se atinaram que eles, naquela manhã, seriam convocados para uma tarefa estranha
-Agora pense: Jesus passa e chama homens para uma missão divina, era tremendo privilégio
-Imagine também a convicção desse chamado a ponto deles deixarem tudo para segui-lo
-Deus pede muito menos de nós hoje, ele só pede para compartilharmos o evangelho
-Você sequer precisa deixar tudo para segui-lo, você continua sendo você
-Mas a seriedade do chamado ainda é forte. Você passa a ser um embaixador do reino
-A sua vida deverá estar à altura do chamado, o qual cria vínculo de compromisso
-Cristo sabe que dentro de cada um de nós existe um desejo de dar melhor significado à vida
-Por isso ele nos coloca nesse nobre propósito que cooperar na salvação de outros

TERÇA – PAULO, UM VASO ESCOLHIDO POR DEUS
-Paulo não era, de início, um vaso escolhido por Deus
-Ele era um vaso de desonra que perseguia a igreja de Deus, criava medo e pânico nos crentes
-De repente, Jesus o chama e abre diante dele a compreensão da natureza do seu reino
-Ele não teve outra alternativa senão aceitar o chamado para ser o apóstolo dos gentios
-Aos olhos humanos era improvável que Paulo um dia seria pregador do evangelho
-Mas Deus não vê o que somos, mas o que poderemos ser pelo poder do Espírito Santo em nós
-Todos os que foram chamados tiveram a vida transformada e por que não nós também?
-A transformação deles era algo tão maravilhoso que eles tinham que contar aos outros
-E a sua conversão, não foi também algo maravilhoso? Não compensa contar aos outros?
-Paulo, mesmo preso, aproveitava cada oportunidade de falar do evangelho (Atos 28:30,31)
-Mas saiba que, a despeito das dificuldades que possam vir, devemos ser fieis ao chamado
-A maioria dos discípulos e apóstolos não tiveram um final de vida terrestre feliz
-Mas como a Paulo, a coroa da justiça está reservada para eles e para todos que amam a Jesus

QUARTA – AS EXIGÊNCIAS DO AMOR
-Amor é atualmente uma palavra muito desgastada no seu significado
-Hoje tudo é feito em nome do amor que não é amor, inclusive até se mata em nome do amor
-O amor de Cristo nos compele a seguir-lhe os passos e demonstrar em ação
-O amor não é um sentimento barato, ele exige um preço de sacrifício dado como retorno
-Deixar o céu e descer à terra não fez Cristo retroceder, ele assumiu o preço do compromisso
-Jesus amou Pedro que o negou, Judas que o traiu, Paulo que o perseguiu e ama você também
-Agora, por que ama você, que méritos mais do que Pedro, Judas, Paulo você tem?
-O amor de Jesus é todo inclusivo, ele inclui a todos, “não faz acepção de pessoas” (Rom.2:11)
-Amor é mais do que um sentimento caloroso, uma boa ideia, é atitude pelos errantes
-Através do amor de Deus vem a sua graça que cobre nossas multidões de pecados
-Mas nunca se esqueça, o amor exige a réplica, a tréplica e continuamente.

QUINTA – O COMPROMISSO DO AMOR
-Poderíamos mudar esse título para “o preço do amor”
-Deus comprometeu o seu amor, seu filho amado, Ele deu tudo de mais precioso
-Os discípulos foram advertidos do futuro inglório por causa do amor em ação
-No entanto, nenhum deles deixou o caminho da abnegação para se favorecer
-Todos tiveram a hombridade de aceitar o sofrimento, o sacrifício em nome do compromisso
-Na eternidade, nada do que tivermos sofrido parecerá um sacrifício, mas um prazer
-O propósito de Deus na vida de todos é a salvação do maior número possível
-E para o fiel obreiro aqui nessa empreitada, nunca haverá arrependimento desse propósito
-“A maior alegria da vida e a mais duradoura felicidade vêm quando estamos cumprindo o significado de nossa existência glorificando a Deus pela maneira que vivemos e compartilhamos seu amor e sua verdade com o mundo”
-E difícil compreender as profundezas do amor, mas é possível vivê-lo enquanto aqui estamos
-A vida aqui é muito curta, não compensa lutar por nada que sabidamente vai perecer
-Mas a vida eterna é certa e por ela vale tudo, até o inimaginável que nos possa acontecer

SEXTA –
-Talvez ainda nos falte uma visão mais ampla dos desígnios de Deus
-Talvez ainda não atinamos com os objetivos de Deus em nos envolver nessa obra
-Os leigos deverão assumir a obra e levá-la avante em nome de Jesus
-Igreja, prédio, paredes não pregam, por isso as pessoas são integradas no plano
-E não é fácil salvar pecadores, exige trabalho insistente, dedicado
-Mas quando estivermos no céu e recapitularmos a história, vamos ver que valeu a pena
-Estamos agora às bordas da nova terra, um pouco mais e estaremos dentro dos portais de pérolas
-Os momentos são preciosos, e há ainda muito trabalho a ser feito
-Não podemos esquecer que nós somos chamados para colaborar nessa obra
-A recompensa está garantida, como estava para Paulo (II Tim.4:8)

Os comentários estão encerrados.