Meditação diária de 20/12/2019 por Flávio Reti – Uri Geller
20/12/2019
Meditação de Pôr do Sol 20/12/2019 por Helenice de Oliveira Correa.
20/12/2019

Comentários da Lição 12 (4o Trim/2019) por Classe dos Pais

LIDANDO COM MÁS DECISÕES

A lição desta semana dá continuidade à sequência de erros cometidos pelo povo de Israel. O contexto da lição apresenta o povo cometendo os mesmos erros de seus pais, erros que levaram seus antepassados a serem escravos em Babilônia.

Esdras e Neemias sempre tomavam para si os erros do povo de Israel, e enquanto Esdras e Neemias estavam se empenhando para que o povo tivesse um profundo relacionamento com Deus, o povo estava se desviando cada vez mais. O casamento com outras nações estava se tornando cada vez mais comum. Junto com estes casamentos, a religião canaanita, além de Baal (sol) e Asterote (lua), foram adorados por todo israel.

Neemias termina seus últimos registros apresentando um breve conflito com judeus, pois estavam colocando em risco a adoração à Deus, casando-se com idólatras. Esdras havia vivenciado esta mesma situação, anos antes.

Dois fenômenos nos chamam atenção nesses relatos: após um grande avanço espiritual, há tendência de uma queda espiritual. Por isso, Deus nos pede uma adoração racional, sem picos ou montanhas russas espirituais. E outro fenômeno que vemos aqui é o esquecimento da experiência do passado. O povo cometeu os mesmos erros de seus pais.

Interessante que esses fenômenos continuam acontecendo em nossa geração. É um grande desafio manter uma comunhão com Deus constante, sem altos e baixos. Também continua se repetindo a mistura conjugal entre crentes e descrentes, trazendo idolatria para dentro do povo e comprometendo os ensinamentos da Bíblia para os descendentes. E aqui podemos citar o poder da influência da mãe. Vejam que àqueles homens que haviam escolhido casamentos mistos, agora ofereciam a seus filhos uma cultura e idioma diferente do que Deus havia proposto como ideal para a nação Israelita e isso comprometia a genealogia hebraica. A mãe tem uma influência muito grande na vida espiritual da família. O pai deve ser o sacerdote do lar, porém a mãe é a instrutora, a professora, e quando esta figura social da mãe, tem crenças seculares opostas às instruções bíblicas, a tendência é que os filhos sigam os pensamentos maternos. O primeiro centro de evangelismo não é institucional. O principal centro de evangelismo para a igreja é o nosso lar. E este ambiente familiar determina comportamentos e crenças futuras dessas crianças.

Foram esses casamentos em jugo desigual que trouxeram para Israel tanta iniquidade e distância dos ensinamentos de Deus. Entendemos aqui é que a rejeição de Deus não é por uma nacionalidade, Deus não estava rejeitando moabitas ou amonitas, e sim rejeitando a idolatria praticada por essas civilizações, proibindo veementemente o casamento com esses povos.

Deus havia orientado sobre este julgo desigual, mesmo assim o povo não obedeceu e a história se repetiu.

Podemos ver a ação de Satanás que não muda mesmo com o decorrer dos anos. Quando ele percebe que esta mistura dá certo, ele investe tempo nisso. Até hoje essa estratégia é usada por ele. Esdras e Neemias não fizeram vistas grossas, eles agiram! Veja este texto: Neemias 13-23 a 25.

Neemias chamou a atenção do povo para lembrarem da história de Salomão como exemplo de casamentos ilícitos e depois apresenta seu afastamento de Deus. Imaginando que Salomão foi o homem mais sábio do mundo e mesmo assim cometeu um erro que foi advertido e orientado por Deus, isso deveria nos deixar mais atentos. Satanás não tem tempo para “perder tempo” e por isso usa de todas as estratégias possíveis para destruir aquilo que ele nunca teve: vida conjugal, família. Vida Conjugal ok, mas Família acho que ele tinha no céu.

Sobre a atitude de Esdras, o que podemos falar? Esdras mandou um mandato para que todo aquele que estivesse casado ou juntado, deveria se despedir do seu parceiro. Como essas uniões não haviam sido validadas, na verdade eram casamentos que não existiam, esses então deveriam ser desfeitos.

Muito radical esta atitude? Em casos na Bíblia, vemos Deus agindo de forma firme, assim como Esdras, sem rodeios. O pecado deve ser cortado pela raiz. Você tem liberdade em escolher pecar, mas não pode escolher as consequências.

A palavra de Deus quanto ao casamento é bem clara, porém, a primeira lei do céu é a liberdade. Deus não muda, sua lei não muda, o que muda é a forma como cada um escolherá viver esses conselhos divinos.

Meu desejo é que você utilize esses ensinamentos para tomar decisões sábias em sua vida, principalmente em seu casamento.

Karina Tavares Girotto

Os comentários estão encerrados.