Meditação diária de 21/12/2018 por Flávio Reti
21/12/2018
Meditação diária de 22/12/2018 por Flávio Reti
22/12/2018

Comentários da Lição 12 (4o Trim/2018) por Classe dos Pais

Organização e Unidade da igreja

E este evangelho do Reino será pregado em todo o mundo como testemunho a todas as nações, e então virá o fim. Mateus 24:14
”A igreja é uma organização criada por Jesus para a propagação do evangelho ao mundo.“

É impossível pensar no cumprimento da missão de Mateus 24:14, uma igreja presente em todos o mundo trabalhando para a salvação de almas sem hierarquia ou sem uma estrutura organizacional. Mas como Cristo disse que deve funcionar essa estrutura? Os discípulos com certeza ainda não tinham entendido qual era missão do Salvador e muito menos qual seria a missão a eles confiada por Cristo. Estavam pensando no restabelecimento do Reino de Israel e quais cargos de destaque iriam ocupar. Pensavam no poder e influência política que iriam ter, provavelmente também pensavam nos servos que teriam ao seu dispor e claro, quanto maior a posição que ocupassem maior seria o retorno financeiro.

A resposta de Jesus foi esta: Não é assim entre vós; pelo contrário, quem quiser tornar-se grande entre vós, será esse o que vos sirva; e quem quiser ser o primeiro entre vós será vosso servo” (Mt 20:26, 27).
Jesus inverte totalmente a lógica do pensamento Romano de autoridade vigente na época e de maneira muito simples e clara fala para os discípulos como deveriam ser as relações de hierarquia no seu reino.
Para entender melhor essa lógica a lição nos da um exemplo em Efésios 5:23-27 em que Paulo traça um paralelo já conhecido pelos cristãos onde a igreja é comparada a um corpo, cada parte tem uma determinada função mas todos formam um só conjunto que deve andar junto unido e a cabeça, que representa a liderança, é Cristo.

Para exemplificar como deve ser a relação entre a liderança, cabeça , e as outras partes do corpo, membros da igreja liderados, ele usa outra metáfora também do dia a dia. A relação matrimonial. Efésios diz que o marido é o cabeça, como Cristo o é da igreja, e por isso a mulher deve ser submissa ao marido mas por outro lado o marido sendo como Cristo, deve amar sua esposa a ponto de se sacrificar por ela assim como Cristo se entregou pela igreja. Essa comparação aparentemente muito simples é carregada de muita profundidade não só para o dia a dia da relação marido e mulher bem como para a hierarquia na igreja de Deus.

De todas as conclusões que se pode tirar após refletir sobre as ideias de Paulo em Efésios 5, vale pontuar ao menos uma agora, Cristo deve ser visto como o único líder da igreja, no corpo não há duas cabeças, e por conseguinte devemos depositar nossa total confiança apenas em Cristo para guiar os rumos e decisões da igreja, todos os homens estão sujeitos a tentações e erros, em nenhum ser finito podemos confiar quanto a direção. À aquele que são colocados como líderes sobre outros, Cristo espera que exerçam a liderança seguindo o exemplo de Cristo; que amém a igreja assim como Ele amou e se entreguem, sacrifiquem-se por ela, assim como Cristo fez.

Para entende melhor como deve ser esse líder a lição nos leva a estudar a liderança servidora. Em Mateus 20:25-28 Jesus ensina aos discípulos como deve agir um líder no Reino de Deus. Ele usa as palavras servo e escravo, do grego diakonos e doulo, respectivamente. A ideia por traz da liderança servidora é que o líder não deve procurar se colocar em uma posição privilegiada onde ao seu redor estejam muitos servos e escravos lhe trazendo todo tipo de conforto e privilégios mas que o próprio líder seja a pessoa que tome a frente das obrigações e tarefas que muitas vezes são desconfortáveis, árduas e penosas mas necessárias para o crescimento do reino de Deus. O líder deve estar na linha de frente em todas as “batalhas” motivando, apoiando e vivenciando junto com seus irmãos os desafios da igreja no dia a dia. Cristo nos deu o exemplo, devemos seguir.

Mas a Lição temo como objetivo principal discutir sobre a liderança e sua atuação na preservação da unidade da igreja. Uma vez entendido a filosofia de liderança que Cristo quer para sua igreja, como ele pode agir para preservar a unidade na igreja?

Em 2 Timóteo 2:15 e Tito 1:9 Paulo apresenta dois conselhos ao respectivos evangelistas e lideres da igreja. As tarefas essenciais do líder devem ser manter-se fiel a Deus sempre apresentando-se aprovado não tendo nada do que se envergonhar e manejar adequadamente a palavra afim de poder exortar a todos e defender sua fé quando necessário convencer aos que o contradizem.

Em 2 Timoteo 4:1-4 Paulo volta a enfatizar que o líder pregue a palavra, esteja sempre preparado, repreenda, corrija, exorte com toda paciência e doutrina. A principal preocupação de Paulo em manter a unidade na igreja era manter as doutrinas e ensinamentos puros pois isso define a identidade da igreja.

Sua preocupação era com o futuro da igreja frente as investidas do Inimigo. A Tito ele exortou que pregasse a mais pura doutrina e se comportasse de tal modo que sua vida não falasse o contrario do que estava pregando mas que servisse de exemplo para aqueles que estavam vivendo com ele.
A lição aborda o tema da disciplina de um modo muito interessante. Por um lado, enfatiza a necessidade de preservar a pureza da doutrina e da vida e pratica do cristianismo como indispensáveis para se manter a unidade. Uma das marcas distintivas da igreja é sua santidade ou separação do mundo. Por outro lado a disciplina deve trazer salvação. “Muitas vezes a verdade deve ser francamente dita ao que esta em erro. Ele deve ser levado a ver esse erro para que se emende, mas não nos compete julgar nem condenar. Todos os nossos esforços devem ser no sentido de restabelecer, de trazer novamente para luz”. A igreja deve usar a disciplina do mesmo modo que Jesus usou, o principal objetivo de ser sempre a salvação.

Por fim, esta semana pontos muito importantes foram mais uma vez reforçados. A igreja é uma organização criada por Jesus para pregação do evangelho ao mundo, Ele é o nosso líder e a quem toda a igreja deve estar subordinada. Todos que aceitam a Jesus como seu salvador são convidados a participar de sua igreja com objetivo de contar aos outros as boas novas da salvação. Somos chamados para exercer a liderança nos moldes de Cristo, seu exemplo nos mostrou que o líder servidor é aquele que se sacrifica com objetivo espalhar as boas novas ao mundo. Para isso é preciso que nos mantenhamos unidos como igreja em torno do ensinamentos de cristo. O crente precisa dedicar tempo ao estuda da palavra e estar pronto em toda e qualquer ocasião par ensinar, repreender e corrigir com objetivo de preservar a pureza da doutrina e da vida pratica. A disciplina deve ser aplicada como Jesus o fazia, sempre com o objetivo de trazer salvação. Em todos os momentos uma certeza nos é dada por Cristo em Mateus 28:18-20, eis que estou convosco todos os dias ate a consumação dos séculos. O evangelho de Mateus começa com o anuncio do nascimento de Jesus, Emanuel Deus conosco, e termina com a promessa de sua continua presença ate a sua segunda vinda. Que o estudo dessas verdades bíblicas essa semana nos mantenha unidos em torno da missão de levar as boas novas da salvação aonde formos de forma organizada com o espirito correto de liderança servidora empenhando todos os esforços para ate nos momentos de disciplina atuar para a salvação das almas. Que sintamos a presença de Jesus, Deus conosco, todos os dias da nossa vida ate que eles volte para nos buscar.

Jeser Rodrigues de Castro
Membro da Classe dos Pais

Os comentários estão encerrados.