Meditação diária de 22/03/2019 por Flávio Reti – Álvaro Inri Cristo Thais
22/03/2019
Meditação de Pôr do Sol 22/03/2019 por Enos de Oliveira Júnior
22/03/2019

Comentários da Lição 12 (1o Trim/2019) por Classe 3

Juízo sobre babilônia

“E eu ouvi outra voz do céu, dizendo: Sai dela, povo meu, para que não sejais participantes de seus pecados, e para que não recebam suas pragas. Porque os seus pecados têm chegado até o céu, e Deus se lembrou das suas iniquidades.” Ap 18:4 e 5

Notemos que no contexto de Apocalipse vemos a igreja de Deus ser retratada como; uma mulher pura, simples e sem adornos, ela possui uma coroa de 12 estrelas sob sua cabeça,  as palavras no livro da revelação diz; “E apareceu uma grande maravilha no céu: Uma mulher vestida com o sol, com a lua debaixo de seus pés, e sobre a sua cabeça uma coroa de doze estrelas.”  Ap 12:1 BKJ  Vejamos agora as características da mulher que representa a Babilônia;E a mulher estava vestida de púrpura e escarlate, e adornada com ouro, e pedras preciosas e pérolas; tendo um cálice de ouro em sua mão, cheio das abominações e imundícias da sua fornicação.”  Ap 17:4 BKJ

Existe uma relação de simbologia, ambas são mulheres, e são aparentemente bonitas, uma de  beleza mais simples e discreta, sem adornos ou joias, mas usa uma coroa em sua cabeça com 12 estrelas,  enquanto a outra está provida de roupas de destaque, cores fortes, joias e adornos, e se comporta como uma prostituta sedutora, e  possui uma taça em sua mão, cheia das abominações, de imundícies da sua fornicação, e no livro da revelação cita a sua embriagues.

Satanás tem traçado uma linha paralela em toda a história, tem focado em nunca se distanciar da linha que Deus traçou para que o homem a seguisse, ele oferece algo parecido, essa é sua estratégia. Sua forma de se apresentar como uma igreja tem sido motivo para muitos confundirem a igreja verdadeira com a falsa, isso tem sido uma realidade há séculos. Mas os que realmente buscam entender qual o perfil da igreja verdadeira representada por uma mulher simples,  percebem que a mulher adornada  é infiel, ela seduz as nações, compartilha um cálice, fornica com os poderes, e está sentada em uma besta. Ela se destaca por estar  adornada de ouro e pedras preciosas, seu objetivo é seduzir, e ao mesmo tempo tenta reproduzir as vestes sacerdotais, a escrita contida na mitra do sumo sacerdote.

No livro da revelação é descrito que a falsa igreja governaria por 1260 e ao final desse período sofreria uma ferida mortal, mas ressurgiria com poder, e no decorrer do tempo seu poder iria aumentar cada vez mais, com esse poder amparado pelo estado iria declarar guerra contra  a mulher vestida de sol. Na história da humanidade vemos a falsa igreja se alinhar constantemente ao estado, suas alianças tem o propósito de se fortalecer, qual seria sua intenção? O inimigo de Deus  se estabelece como príncipe desse mundo, mas a  vida, morte e ressurreição de Jesus lhe impõe a derrota. Sua intenção esta voltada a levar o maior número de pessoas a selarem um pacto com ele. Quer levar uma grande multidão a marchar para a morte eterna, quer os convencer de que Deus não é justo, e que os prazeres desse mundo estão acima do amor de Deus e de sua justiça.

Deus tem observado o decorrer de toda historia, o desenhar dessa grande divisão, as profecias  escatológicas escrita em Apocalipse tem se cumprido, e o tempo tem avançado com o proposito de trazer um fim a esse mundo e a Satanás. Aos que vigiam e leem, aceitam e vivem as profecias desse livro, existe uma certeza; tudo há de se cumprir, e o dia do grande juízo está próximo.

As palavras contidas nesse livro nos dá uma síntese clara da historia desse mundo; sua criação e seu fim. Nos da também, o entendimento das forças que lutam pelo domínio das mentes, a quem devemos adorar, e porque adorar.  Em meio ao cumprimento das profecias contidas no livro, vemos a justiça e juízo de Deus  cada vez mais claro, vemos a separação das forças que buscam adoração, também vemos a divisão plena entre a vida e a morte.

Mas tudo pode ser definido no momento que fazemos a escolha; a quem servir e a quem adorar, e a justiça que se apresenta nessas escolhas. Estaremos no grupo que vai declarar guerra ao Deus criador do universo na batalha do Armagedon? Ou iremos estar do lado Daquele que nos fez segundo sua imagem e semelhança?

Deus tem usado a liberdade, o amor, e a justiça no decorrer da historia do homem,  seus atributos servem para que não haja nenhuma sombra de dúvida na aplicação da pena de morte imposta a Satanás e seus adoradores. É proposito de Deus estabelecer a total transparência em todo esse processo do juízo, a Babilônia será o refúgio dos que militam contra Deus, e assim serão até o final, seus corações serão domados pela blasfêmia, seus últimos atos após o grande dia do julgamento, será tentar derrubar a Deus e destruir a Santa cidade com a batalha final. Qual tem sido a escolha que fazemos dia a dia? Estamos nós oferecendo adoração ao Deus verdadeiro? Temos nos preparado para resistir a toda sorte de tentação que tem tentado nos seduzir?  Oremos a Deus para sermos vozes no coro que será entoado enobrecendo o nome do Deus; Justo, Santo e Bom.

 

 

 

 

 

 

Os comentários estão encerrados.