Utilidade Pública: 3a Feira de Empreendedorismo UNASP-HT
07/06/2019
Meditação de Pôr do Sol 07/06/2019 por Creuza Aparecida de M S Izidoro dos Santos
07/06/2019

Comentários da Lição 10 (2o Trim/2019) por Classe ECC

Comentário da Lição da Escola Sabatina – 2º Trimestre de 2019

Lição nº 10 – Momentos Difíceis

 

Irai-vos e não pequeis; não se ponha o Sol sobre a vossa ira” (Ef 4:26).

Dentre as Estações da Família que estudamos neste trimestre, vimos lá nas primeiras lições sobre os ciclos da vida que “tudo tem o seu tempo determinado” (Ec 3:1) e passamos por várias fases e mudanças. Aprendemos que as mudanças muitas vezes são boas, mas, em outras tantas, elas podem ser muito ruins.

Na semana passada estudamos sobre as Perdas. Aprendemos que contra algumas delas nós podemos agir, por exemplo, adotando hábitos e posturas mais saudáveis. Mas, ainda assim, enquanto houver a presença do pecado, perdas serão inevitáveis. Só ficaremos livres delas definitivamente quando o mal for extirpado.

Nessa semana estamos estudando uma outra estação da família que não é nada boa.

Momentos difíceis são coisas extremamente desagradáveis e que nos trazem muita dor e sofrimento.

A boa notícia é que os momentos difíceis na família podem ser abrandados e até evitados, com o estudo e a prática dos preceitos bíblicos.

Podemos comparar um momento difícil com um incêndio. Mesmo se ele for combatido rapidamente gerará transformações. Precisamos entender que todo grande incêndio começa quando uma pequena fagulha encontra um acúmulo de combustível e oxigênio.

De igual modo, os momentos difíceis se manifestam quando não conseguimos apagar as pequenas fagulhas de nosso orgulho, rancor, inveja e maldade (I Cor 13:4-7). Estas mesmas pequenas fagulhas vão deixar o ambiente propenso a conflitos e desavenças.

Quanto mais tempo demorarmos para perceber, mais combustível teremos acumulado.

Estas fagulhas também incitam os demais membros da família a manterem as suas fagulhas acesas e dessa forma está criado o cenário perfeito para um conflito de grande proporção, que consequentemente trará momentos difíceis.

É curioso que muitos incêndios em relacionamentos, apesar de ativos, não mostram chamas, tampouco fumaça, mas estão queimando…

Muitos conflitos que já estão em estágios bem severos são desconhecidos por aqueles que estão de fora da situação e aqueles que os vivenciam acabam não resolvendo o problema nem buscando ajuda. Se este ciclo não for rompido, a tragédia estará anunciada.

Cabe a cada um de nós nos certificarmos de como está a “temperatura” de nossos lares e trazermos para dentro de nossas casas Aquele que é o Único que pode nos curar.

Ao final de uma cobertura jornalística do trágico incêndio do Edifício Joelma (1974 – São Paulo), o repórter disse: “O incêndio ocorre onde a prevenção falha”. Os conflitos nas famílias também ocorrem pela falta da prevenção.

A prevenção dos momentos difíceis se dará ao buscarmos constantemente a Cristo, ao nos debruçarmos no estudo da Bíblia e orarmos constantemente. Isso nos fortalecerá espiritualmente e assim seremos capazes de amar ao próximo como a nós mesmos (Mc 12:33), viver em paz e harmonia uns com os outros (Hb 12:14), considerar os outros superiores a nós mesmos (Fp 2:3) e a perdoar e suportar os fardos uns dos outros.

Nunca estaremos totalmente isentos de momentos difíceis, mas, para um servo de Deus, essas situações adversas servem para acrescentar a fé e a esperança em Cristo Jesus.

“As duras provas e as situações difíceis são necessárias para nos impelir para a frente, assim como a fornalha no porão do grande navio, a qual produz energia que move o pistão que impulsiona o motor e que impele a poderosa embarcação através dos mares, arrostando os ventos e as ondas” (A.B. Simpson)

Que Deus esteja à frente de todos os nossos planos e escolhas.

Que o nosso coração seja cada vez mais parecido com o do Nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo.

Que Deus nos abençoe!

 

Claudio Dias Rodrigues é casado há 35 anos com Ellen Rodrigues, pai de três filhos, professor da classe dos amigos (sala 59) da Escola Sabatina do UNASP-HT.

Os comentários estão encerrados.