Meditação de Pôr do Sol de 27/02/2015 por Suzana B. Ribas
27/02/2015
Meditação de Pôr do Sol de 06/03/2015 por Jael Eneas de Araujo
06/03/2015

Comentários da Lição 9 (1ºTri/2015)

Comentários da Lição da Escola Sabatina
Lição 9 – Palavras de Verdade
Por Josele Vizoto

 

QUANDO A COISA É COM A GENTE

Escrever esse comentário nessa semana teve um significado especial para mim.

Confesso que nunca foi tão impactante meditar naquele nosso velho e conhecido verso “Instrui o menino no caminho em que deve andar e até quando envelhecer não se desviará dele.” (Prov. 22:6)

Meu filho, Giordanno, que acabou de fazer 19 anos, foi morar e estudar fora, em outro estado. Ele está feliz, fazendo a faculdade que escolheu e nós, os pais, ficamos aqui, com o riso na boca e um nó no coração. Provavelmente esse é um caminho sem volta na sequência natural das coisas da vida…Resta orar e torcer pra que essa verdade seja verdade na vida do nosso filho. Se você é pai ou mãe deve estar me entendendo bem. Na verdade, um de nossos difíceis papéis como pais é educar alguém, ensinar alguém a não depender de nós. É também ensinar a fazer o que é certo porque é certo, não por estar na nossa presença. Aliás, ainda que não fosse uma questão teológica, de salvação mesmo (como de fato é), já seria uma questão ética e moral a ser defendida.

Falando de ética e moral, devemos nos lembrar que exatamente nessa semana estaremos examinando – perceba, estou incluindo você – os capítulos 22 a 24 de Provérbios.

Como já mencionamos antes, esse trecho é chamado de Apêndice à Primeira Coleção de Salomão (que seria Provérbios 10 a 22:16) porque segundo alguns estudiosos são máximas de sabedoria de outros autores, talvez vários, que foram ajuntadas e organizadas por Salomão (e incluídas em seu livro), por representarem muito bem o movimento intelectual de seus dias, conhecido como literatura sapiencial. Alguns vêm nesse trecho várias semelhanças ou talvez forte influência dos escritos de um sábio egípcio chamado Amenemope. Isso realmente não diminui a importância desses escritos no contexto geral do Cânon Sagrado.

Ao contrário, mostra com clareza que moralidade é um atributo internalizado pelo Criador em cada ser humano de qualquer tempo e lugar, e que rege a vida humana com decência e honra para aqueles que têm o Temor do Senhor, digo, SABEDORIA.
Pontos altos:

Capítulo 22 – O conhecimento da verdade demanda 3 instâncias indispensáveis:
1.Inclinar-se – intensão, mover-se em direção a
2.Ouvir – biblicamente significa entender e atender; é a instância mental, teórica, do conhecimento e da verdade.
3.Aplicar – ação prática

Capítulo 23 – Embora os nossos sentidos nos mostrem coisas como a riqueza e o aparente sucesso fácil dos pecadores, ou a vida aparentemente feliz dos que escolhem os vícios e a vida fútil (sexo, drogas, rock in roll, glutonaria, bebedeira e outras coisas mais), nossa natureza espiritual deverá ser mantida forte e, pelo poder do Espírito Santo ser capaz de elaborar um plano de proteção da nossa alma, mantendo uma visão de fé no que é eterno.

Capítulo 24 – Viver a verdade em seus limites mais amplos inclui agir com responsabilidade pela defesa e salvação (física, moral, emocional e espiritual) de outros. Isso vai desde a denúncia do mal e da violência seculares até o testemunho mais puro da salvação em Jesus, por palavras e exemplo.

Bem, espero que você aprecie esse maravilhoso estudo.
Espero mais ainda que meu filho Giordanno guarde essas palavras no coração.

Os comentários estão encerrados.