Comentários da Lição 6 (1ºTri/2015)
07/02/2015
Comentários da Lição 8 (1ºTri/2015)
21/02/2015

Comentários da Lição 7 (1ºTri/2015)

Comentário da Lição da Escola Sabatina
Lição 7 – Como lidar com as contendas
Por Josele Vizotto

 

SABEDORIA NA PRÁTICA

Um dos meus hobbies prediletos é assistir a bons filmes.
Dentre aqueles que, eu diria, estão entre os dez filmes que todos deveriam assistir está A Lista de Schindler. Ali há uma combinação infalível de sucesso. Não é à toa que foi o mais premiado no ano em que concorreu ao Oscar. Temos uma reconstrução de época impecável, uma fotografia bastante original, atuações fenomenais, uma trilha sonora maravilhosa e uma grande (e verdadeira) história.

É a história de alguém que saiu da sua zona de conforto, superou as diferenças raciais, sociais e religiosas. Não era um problema seu, mas saiu da mesmice burra das convenções humanas para se deixar iluminar pela sabedoria (divina sabedoria, aliás) de entender que todos os seres humanos têm o mesmo valor e merecem ser tratados com respeito e compaixão.

Isso sempre tocará a nossa alma.

Porque a história de Schindler nos tocou tanto? Porque retrata uma ação humana grandiosa, muito acima das bondades humanas corriqueiras de que somos capazes, surgida de alguém improvável, mas com discernimento e coragem incomuns (isso mesmo, coragem pra escolher o que é certo), nos fazendo acreditar que a natureza humana, quando suscetível à sabedoria, é capaz de chegar ao seu melhor e se parecer mais com o Seu Criador.

Quando a luz da sabedoria divina incide sobre alguém que o permita, é bom lembrar, resultados magníficos e inesperados acontecem.

Não pude deixar de pensar nisso ao estudar Provérbios 20 a 22.
Os pontos altos:

1. O discernimento são não cai do Céu; ele é cultivado e depende da vigilância constante das entradas da alma. A mente é nosso órgão de conexão com Deus. Qualquer coisa que a anuvie, prejudique ou adoeça, seja alimento, entretenimento ou qualquer outra coisa, cancelará nossa comunicação eficaz com Ele. Estaremos na escuridão.
Essa é uma boa definição de loucura. Provérbios 20: 1, 12 e 27

2. A Criação, o dilema do pecado e da morte nos igualam como seres humanos; portanto temos que desenvolver uma cosmovisão no que tange a tratar com os nossos iguais. Os olhos de Deus tudo vêm. Provérbios 21:13

3. Viver a vida com integridade por alguém ou por uma causa é mais e melhor do que morrer por essas coisas; exige mais tempo, mais coragem, perseverança e devoção.
Muitas vezes, só o futuro (talvez a eternidade) atestará o valor de tal existência.

No final, sempre valerá a pena ser bom. Provérbios 22:1

As recompensas intangíveis da sabedoria só serão experimentadas por aqueles que ousarem agarrar-se a ela mais do que às brilhantes, mas efêmeras, coisas deste mundo.
“Quem segue a justiça e a fidelidade encontra vida, justiça e honra.” Provérbios 21:21

Nicodemos e Schindler aprenderam isso. (O Desejado de Todas as Nações, pag. 115).

A propósito: quantos seres humanos, pensa você, poderiam ser salvos da morte pelo preço de uma aliança de ouro? …

Pois é …

Josele

Os comentários estão encerrados.